DORNELLES diz que para votar é preciso ser sócio em dia com o Sindicato

Pleito foi cancelado pela Fetag por não cumprir “cláusula dos jovens”, que prevê seis integrantes de 18 a 32 anos

Na próxima sexta-feira, dia 15, o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Montenegro realiza nova eleição da diretoria para o quadriênio 2019/2022. Isso porque o pleito realizado em 14 de dezembro passado foi anulado pela Fetag (Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul) devido ao não cumprimento da chamada “regra dos jovens”.

Nilton Dornelles, membro da comissão eleitoral, explica que a “cláusula dos jovens” prevê que cada chapa tenha em sua composição seis integrantes com idade entre 18 e 32 anos. A chapa única do ano passado tinha apenas quatro. Agora a composição substitui dois nomes por agricultores que se enquadram nesta faixa etária. A regra não é novidade, todavia, a falta de sua massificação induziu as entidades a esquecê-la.

Tanto que vários sindicatos tiveram eleição cancelada devido ao descumprimento. Dornelles lembra que o pleito de dezembro aconteceu normalmente, sendo inclusive a maior eleição do Sindicato local, com 323 votantes dos 580 associados aptos, dos quais 156 aprovaram a chapa única encabeçada pela atual presidenta Maria Regina da Silveira.

Logo após da homologação do resultado, o vice-presidente da Fetag, Nestor Bonfanti, veio a Montenegro comunicar a anulação. As substituições realizadas agora não criaram maiores discussões. Todavia, Dornelles assinala que há dificuldade em formar novas lideranças. “Tanto de jovens quanto de pessoas mais velhas”, aponta Dornelles, ao observar que a participação dos agricultores na vida sindical não é boa.

Até para votar é preciso campanha de conscientização corpo-a-corpo. A chapa única nos dois pleitos é resultado deste desinteresse, motivado pelo compromisso que um cargo na diretoria representa. Ele pede dedicação quase exclusiva, o que distancia o agricultor dos cuidados com a propriedade. O Sindicato é de nível médio, responsável por diversos serviços e auxílios as mulheres e homens, incluindo saúde e aposentadoria.

Alteração foi implantada no ano passado
A assessora Jurídica da Federação, Elaine Dillenburg, explica que as quotas de jovens, assim como de mulheres nas chapas – e assim consequentes diretorias –, foi deliberação congressual da Contag (Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais, Agricultores e Agricultoras Familiares); e também da Fetag. “Assim, todos os sindicatos tiveram que adequar os estatutos e normas eleitorais para contemplar as deliberações congressuais”, esclareceu. Elaine observa que, no entanto, algumas entidades da classe ainda estão se ajustando à mudança referendada pela Fetag no Congresso realizado em junho de 2018.

Chapa apresentada
Presidente – Maria Regina da Silveira
Vice-presidente – Alexandre Alff
1ª tesoureira – Dalva Regina Augustin
2º tesoureiro – Adelmo Albino Weber
1ª secretária – Jaciara Maria Müller
2ª secretária – Margarida Teresinha Kremer
Diretor promocional e educacional – Alexandre Felipe Gedoz
– Suplentes: Graciela Santos da Silva; Santo Vilson Almeida da Motta; Elisandra Kehl; Charles Leonardo Kauer; Claricia ImeldaWillers; Marcio Diego Reinheimer; Sandro Ricardo Kremer.
Conselho fiscal: Eliane Augustin; Fabiano Gustavo Viegas; RosenetiKrug Weber.
– Suplentes; Luiz Sergio Chassot; Joice Franciele Reinhemer; Raquel Adriana Marcadella

Eleição do Sindicato Rural
Quando: dia 15 de março
Horário: das 7h30min às 18h (sem fechar ao meio-dia)
Onde: Sindicato Rural – rua João Pessoa, Centro
*Apresentar qualquer documento com foto.

Deixe seu comentário