Cada parlamentar tem R$ 248,2 mil para apontar a aplicação no ano que vem

Em 2022, os vereadores de Montenegro terão um poder inédito: a possibilidade de apontar onde parte do orçamento do Município vai ser aplicado. As chamadas emendas impositivas foram criadas neste ano. Partiram de iniciativa do gabinete de Paulo Azeredo (PDT); assinada também por Camila Oliveira (Republicanos), Felipe Kinn (MDB), Juarez Vieira da Silva (PTB) e pelos progressistas Gustavo Oliveira e Talis Ferreira.

Vão funcionar, a nível municipal, como as emendas que são apontadas pelos deputados. O Legislativo terá anualmente um montante de 1,2% da receita corrente líquida da Prefeitura – com base no ano anterior – para dividir e decidir a aplicação. Pra 2022, cada parlamentar terá direito a R$ 248,2 mil em emendas; a metade para destinar obrigatoriamente para a área da Saúde. E eles já definiram o destino do dinheiro.

Como são “impositivas”, a aplicação é de execução obrigatória pelo Executivo. Mas precisam ser compatíveis com as ações já compatibilizadas no Plano Plurianual do Município. Elas não podem, também, implicar na instalação de serviço público não aprovado por lei ou que crie uma nova despesa contínua pra Prefeitura.

Já ciente do que decidiu cada vereador pra 2022, o prefeito Gustavo Zanatta diz que essa primeira experiência demonstra maturidade na relação entre os poderes. “Desde que assumimos, mantemos com a Câmara uma relação de respeito e colaboração. Assim como o prefeito e o vice, os vereadores são representantes da população e atender a seus pedidos, na medida do possível, é atender a própria comunidade”, destacou.

Veja como cada vereador vai dividir o dinheiro.

Ana Paula Machado (PTB)

A vereadora vai dividir, em parcelas iguais de R$ 124,1 mil, suas emendas entre a compra de consultas e exames especializados na Saúde e a causa animal, para o programa de castrações. Ela destaca que, por ser servidora da Saúde, conhece bem a realidade do setor e a necessidade de ampliar os atendimentos e agilizar a liberação das consultas e dos exames. Sobre as castrações animais, pontua acreditar que as cirurgias são caminho eficaz e humanitário no controle populacional dos bichos.

Ari Müller (PP)

O vereador destinou todo o seu valor para a área da Saúde. R$ 124,1 mil serão voltados à atenção especializada e ambulatorial. “Para a aquisição de insumos, consultas, remédios. Hoje, têm muitas consultas que precisam ser compradas fora”, justificou. Os outros R$ 124,1 mil serão voltados a uma demanda para a qual o parlamentar já havia indicado que o Executivo investisse: a aquisição de implantes contraceptivos em prol de mulheres em situação de vulnerabilidade.

Camila Carolina de Oliveira (Republicanos)

A vereadora destinou todo o recurso, na integralidade, para a atenção especializada e ambulatorial da Saúde. Em suas redes sociais, ela destacou que “tendo em vista o aumento da demanda em Saúde pós-pandemia, sensibilizada com a necessidade dos nossos munícipes, escolhi direcionar o valor integral da minha emenda impositiva para custeio de exames e consultas”.

Felipe Kinn (MDB)

A parcela de R$ 124,1 mil da Saúde será destinada à aquisição de equipamentos ortopédicos. A ideia é criar um banco ortopédico com cadeiras de roda, muletas, camas hospitalares e afins. R$ 29,1 serão destinados à implantação de uma academia ao ar livre no Parque Centenário; R$ 16 mil para projetos da Associação Cultural Beneficente Floresta Montenegrina; R$ 45 mil para as atividades artísticas dos CTG’s, através do Fundo da Cultura; R$ 4 mil para o custeio de despesas dos atletas do pingue-pongue montenegrino através do Fundo do Desporto; e R$ 30 mil para reforma e construção de praças pela cidade.

Gustavo Oliveira (PP)
Da parcela da Saúde, o vereador destinou R$ 124,1 mil para a aquisição de um veículo novo, de cinco lugares, para a remoção de pacientes. R$ 70,1 mil, ele destinou para reforma e melhorias em quadras poliesportivas, incluindo as do Parque Centenário. “Muitas pessoas nos cobram áreas de desporto e lazer que sejam de forma adequada”, comentou. O restante, R$ 54 mil, será destinado ao programa de castração de animais, que contempla animais de rua e os de família de baixa renda. “Nós entendemos que isso se trata de uma questão de saúde pública”, destacou Oliveira.

Juarez Vieira da Silva (PTB)
De parte da Saúde, o parlamentar destinou R$ 124,1 mil para a reforma do posto de Saúde da localidade de Porto Garibaldi. “Nós temos um posto desativado lá, que está com a estrutura bastante danificada. Então, eu indiquei para a reforma e a abertura do posto naquela localidade”, comentou. Os outros R$ 124,1 mil serão destinados à compra de insumos para o asfaltamento de três ruas no bairro Germano Henke: a Recife, Campo Grande, Belo Horizonte e São Luis.

Paulo Azeredo (PDT)
Na área da Saúde, o vereador adiantou à reportagem que destinará a metade de suas emendas – o equivalente a R$ 124,1 mil – para a aquisição de um mamógrafo móvel. O equipamento tende a ampliar o atendimento e diagnóstico do câncer de mama, uma das doenças que mais afetam mulheres em todo o mundo. A outra metade, Azeredo aponta que destinará para a aquisição de máquinas para a secretaria de Desenvolvimento Rural; e o atendimento à agricultura.

ATUALIZAÇÃO: O vereador Paulo Azeredo acabou perdendo o prazo e não foram incluídas suas emendas no orçamento do próximo ano. LEIA AQUI

Sérgio Souza (PSB)
Há anos, servidor no setor de Remoções da Prefeitura de Montenegro, o vereador Sérgio Souza decidiu aplicar integralmente o valor de suas emendas impositivas – R$ 248,2 mil – para a aquisição de veículo de 16 lugares para o setor. Será usado para o transporte de munícipes para o atendimento em Saúde. “Os pacientes transportados para fora do Município precisam de conforto e de segurança”, comentou o parlamentar.

Talis Ferreira (PP)
O vereador destacou R$ 200 mil em emenda para o setor de Remoções da secretaria de Saúde. Será para a aquisição de veículo automotor, tipo van, para o transporte de pacientes. Do restante – R$ 48,2 mil – o parlamentar apontou para a secretaria de Educação. Será voltado à compra de material escolar para estudantes da rede municipal sem condições financeiras de adquirir os itens. “Esta emenda busca assegurar o poder da Educação de transformar os cidadãos e construir uma comunidade melhor”, escreveu o vereador em suas redes sociais.

Valdeci Castro (Republicanos)
O Republicano vai destinar, da parcela da Saúde, R$ 124,1 mil para a renovação da frota da secretaria, comprando veículos para cinco pessoas. “No momento em que se vai renovando a frota da Saúde, talvez sobre algum veículo mais usado que dê para utilizar pelo Município nas outras secretarias, nos serviços mais básicos”, avaliou. Castro vai destinar o restante – mais R$ 124,1 mil – para a perfuração de poços e implantação de redes de água no interior. Vai contemplar as localidades de Costa da Serra, Rua Nova e Serra Velha.

Deixe seu comentário