Projetos foram aprovados na sessão ordinária da última quinta-feira

Datas temáticas têm foco na conscientização e no debate de importantes temas

Na sessão ordinária da última quinta-feira, 24, a Câmara de Vereadores de Montenegro aprovou a criação de três datas temáticas que, após a sanção do prefeito, devem integrar o calendário oficial de eventos do Município. Ficou criada a Semana Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação; o Dia da Conscientização do Cidadão quanto a Contenção dos Maus Tratos e Abandono de Animais; e o Dia Municipal de Luta da Pessoa com Deficiência.

O projeto da Ciência e Tecnologia é de autoria da vereadora Camila Oliveira (Republicanos). A proposta é que a semana ocorra anualmente, sempre na terceira semana do mês de outubro, com diferentes atividades. “O intuito é oportunizar momentos de encontros entre o Poder Público, a iniciativa privada, empresários, jovens e adultos empreendedores, com o principal objetivo de destacar a importância da ciência e tecnologia para a vida das pessoas e para a melhoria da qualidade produtiva”, justificou a parlamentar. “As atividades criam ambiente propício para a troca de ideias, promovendo debates e estimulando o despertar de vocações científicas e empreendedoras.”

Já o projeto que trata do abandono de animais é de Paulo Azeredo (PDT). O dia de conscientização será, anualmente, em 26 de outubro. “(Ele) tem por finalidade conscientizar a população montenegrina a respeitar outras formas de vida, alertando sobre normas que consideram crimes os atos de crueldade e maus tratos cometidos contra animais domésticos, domesticados ou não, contribuindo para a formação de uma população mais atuante, consciente, responsável e solidária”, justificou o vereador.

O Dia Municipal de Luta da Pessoa com Deficiência, por sua vez, é de autoria do vereador Rodrigo Corrêa, suplente do PDT, e foi encaminhado durante a última passagem do parlamentar pela Câmara em setembro. A data será 21 de setembro, mesma do Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência. Segundo Corrêa, o objetivo é “promover o envolvimento da população em atividades voltadas a dar visibilidade a causa das pessoas com deficiência, bem como sensibilizar a população quanto a relevância da sua inclusão social”. Poderão ocorrer debates, palestras e campanhas de atenção, dentre outros. Com apoio dos vereadores, a organização das atividades é feita pelo Executivo.

Deixe seu comentário