Foto: Arquivo/Jornal Ibiá

Prefeito anuncia que está preparando reforma administrativa e que, em breve, integrantes do Progressistas, seu novo partido, estarão no governo

Uma troca de titulares em duas funções estratégicas do governo foi anunciada pelo prefeito Kadu Müller. Desde ontem, Edar Borges Machado não é mais o chefe de gabinete e assumiu o comando da Secretaria de Administração. Já o titular deste cargo, Rafael Riffel, foi para o gabinete. As substituições, segundo Kadu, visam preparar o terreno para uma reforma administrativa, a ser implantada nos próximos meses.

As modificações no primeiro escalão são, de acordo com o prefeito, o primeiro passo para uma mexida mais profunda. Ele criou uma comissão, formada por Rafael, Edar, pelo procurador geral do Município, Marcelo Rodrigues, e pela gerente de contratos e convênios, Cleusa Marca, para planejar ações que possam tornar a estrutura pública mais eficiente e dinâmica. “O secretário Edar, que é da minha absoluta confiança, vai coordenar esse processo, focado nas questões administrativas. E vamos aproveitar a experiência política do Rafael, que já foi prefeito de Pareci Novo, para fazer a interlocução com a Câmara de Vereadores”, define o prefeito.

As relações com o Legislativo são, atualmente, um dos maiores problemas da Administração. Praticamente todas as semanas, o governo é duramente atacado por alguns vereadores, que o consideram lento e ineficiente. Os críticos mais entusiasmados são o presidente Cristiano Braatz (MDB), Neri de Mello Pena, o Cabelo (PTB), e Valdeci Alves de Castro (PSB). Na sessão do dia 28 de fevereiro, Braatz usou o termo “enrolão” para se referir ao prefeito.

Kadu já encontrou o presidente do Legislativo depois disso, mas não chegou a falar com ele sobre este assunto. “Com o Rafael participando mais ativamente e acompanhando mais de perto a tramitação dos nossos projetos, a expectativa é que as relações com a Câmara melhorem”, acredita.

Embora já esteja filiado ao Progressistas há algumas semanas, no dia 15, sexta-feira, deve ocorrer um ato público para oficializar o ingresso do prefeito na legenda. Quando a reforma administrativa for implantada, o partido irá indicar algumas pessoas para funções de destaque na gestão do Município. Por enquanto, garante Kadu, não se falou em nomes.

Deixe seu comentário