Oficialmente prefeito de Montenegro, Gustavo Zanatta quer madrugar no Palácio Rio Branco na primeira segunda-feira de 2021, no dia 4. “O horário começa às 8h, mas 7h15 eu já estou lá. Eu pretendo começar mais cedo, até para me colocar à disposição das pessoas que queiram, já de manhã cedo, começar com reuniões”, adianta. E a agenda já está bem cheia.

O primeiro ato será junto com a nova secretária de Educação, Cíglia da Silveira, no andamento à escolha dos diretores das escolas municipais, num processo que iniciou já nessa semana, com as indicações de membros das comunidades escolares. “Posterior a isso, temos reuniões com os secretários para tomarmos as primeiras decisões de como vão ser as secretarias”, conta o prefeito. À tarde, Zanatta ainda se reúne com os novos vereadores, na Câmara, no que, ele promete, será o início de uma relação de união entre Executivo e Legislativo.

Ele, seu vice, Cristiano Braatz, e os dez membros do parlamento montenegrino tomaram posse em seus cargos no fim da tarde dessa sexta-feira, dia 1º. Em função da pandemia, a cerimônia teve acesse restrito de público e cada eleito pôde levar apenas um convidado. Os demais membros da comunidade acompanharam os trabalhos, apenas, pela transmissão ao vivo através das redes sociais.

Após o juramento em que prometeu respeitar a Constituição e exercer o cargo sob a inspiração da democracia e da legalidade, Zanatta fez seu primeiro discurso como prefeito de Montenegro. “Eu enfrento, com toda a certeza, o maior desafio de minha vida até então: ser responsável por quase 70 mil pessoas”, colocou. “Não lembro exatamente da primeira vez em que desejei ser prefeito, mas recordo muito bem do motivo que nos trouxe a este momento: ajudar as pessoas.”

A quem acompanhava, Zanatta lembrou que terá no enfrentamento da pandemia – com mais campanhas de conscientização e a operacionalização da distribuição das vacinas, quando liberadas – o seu primeiro desafio. Também prometeu ampliar o atendimento médico na unidade básica de saúde do Centro, dar mais estímulo aos pequenos empreendedores, atrair novos investimentos, criar políticas de ação social que recuperem a cidadania dos vulneráveis e apoiar o meio rural.

“Mas eu e Cristiano não prometemos milagres”, ponderou. “Nós assumimos o compromisso de ouvir as pessoas, de tratá-las com respeito e buscar soluções inteligentes para os seus problemas. Mas o sucesso não depende apenas do prefeito, do vice, dos secretários e dos servidores. As pessoas também têm que ajudar. Essa luta é de todos.”

O vice-prefeito, Cristiano Braatz, também tomou posse e garantiu: “Estamos aqui para ajudar o povo de Montenegro e não somos dobradiças. Não vamos nos dobrar a preços, a partidos e a interesses individuais que se sobrepõem a interesses coletivos”. A chapa Zanatta e Cristiano foi eleita por 12.376 eleitores: 39,46% dos votos válidos.

VEJA AS FOTOS DA CERIMÔNIA DE POSSE:

Deixe seu comentário