Uma mulher registrou boletim de ocorrência na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento no qual alega ter sido vítima de estelionato. Ela argumenta ter pago a um montenegrino R$ 1.133,00 pelo seguro de seu automóvel, um HB20. Contudo, quando precisou utilizar o serviço, descobriu que o suposto corretor não tinha quitado a apólice de seguro com a empresa que deveria ter sido contratada.

Compartilhar

Deixe seu comentário