A vereadora Josi Paz (PSB) está suspendendo temporariamente o encaminhamento de pedidos da comunidade ao prefeito Kadu Müller, mesmo sendo uma das principais apoiadoras do governo na Câmara. O comunicado foi feito através de ofício e divulgado por meio das redes sociais. O objetivo é preservar a independência, já que a vereadora foi eleita presidente da comissão que vai conduzir o processo de Impeachment do chefe do Executivo.

Josi explica que não se deve confundir trabalho com uma velha mania nociva da política brasileira: o favorzinho. “Eu prefiro colocar acima de qualquer coisa a ética e a lisura. Se ser a presidente desta comissão, independentemente do resultado a que se chegar, é um dos tantos gestos de confiança que o povo montenegrino me concede, então que se coloque o respeito acima de tudo!”, declarou.

A vereadora acrescenta que não pode julgar o prefeito por um lado e, por trás da cortina, pedir-lhe algo. “Não é assim que faço política. Vamos fazer tudo do jeito correto e honesto que, tenho certeza, assim será o melhor para o futuro da nossa cidade”, acrescentou.

A comissão processante foi constituída através de sorteio. Além de Josi Paz, conta ainda com Joel Kerber (Progressistas), como relator, e Cristiano Braatz (MDB). Os trabalhos podem levar, no máximo, 90 dias.

Deixe seu comentário