Depois de vários meses de atrasos nos repasses, o governo do Estado realizou o pagamento de mais uma parcela dos recursos referentes programas de Saúde desenvolvidos pelas prefeituras. O valor soma R$ 40 milhões. Além disso, comunicou a liberação de mais R$ 70 milhões de incentivo aos hospitais. Com essa medida, fica mantida a regularidade nos repasses do exercício de 2019.

No dia 11 de junho, o governo já havia depositado na conta dos municípios gaúchos o valor da primeira parcela da dívida com as prefeituras referente aos exercícios de 2014 a 2018. O primeiro pagamento, no valor de R$ 14,5 milhões, quitou toda a dívida empenhada com 385 municípios entre os anos de 2014 e 2017. As 15 parcelas restantes saldarão as pendências do exercício de 2018 com prefeituras e hospitais municipais, que totalizam cerca de R$ 200 milhões.

Os valores são, entre outros fins, relativos a repasses para a execução de programas como Equipes de Saúde da Família (ESF), Política de Incentivo da Assistência Básica, Redes de Urgência e Emergência (Samu), Assistência Farmacêutica Básica e Primeira Infância Melhor (PIM). O governador Eduardo Leite lembra que a atual gestão assumiu o Estado com um passivo de R$ 1,1 bilhão na área da Saúde, incluindo prefeituras, hospitais e fornecedores de medicamentos, referente ao período de 2014 a 2018. Deste total, R$ 488 milhões estão empenhados.

Deixe seu comentário