Membros do governo municipal estavam em Porto Alegre acompanhando a votação. FOTO: ACOM/PREFEITURA

Votação, na Assembleia, foi acompanhada por comitiva de Montenegro

A Assembleia Legislativa aprovou na tarde de terça-feira, 25, o projeto de lei que altera o Programa Estadual de Desenvolvimento Industrial (Proedi). Acompanhada de perto por lideranças locais, a iniciativa autoriza que o Estado amplie o rol de atividades empresariais que possam receber incentivo para instalação nos Distritos Industriais do Estado. Agora, não apenas as indústrias, que têm 90% de desconto, também atividades relacionadas, como de logística e armazenamento, ficam aptas a se instalar com 50% de abatimento no valor de aquisição dos lotes.

Já abordados por empresa da área de logística interessada na instalação no complexo que forma o Polo da Química de Montenegro, membros do governo Zanatta acompanharam a votação de perto. Além do prefeito, o vice, Cristiano Braatz; o gerente de Contratos e Convênios, Silvio Kael; o diretor de Captação de Recursos, Rafael Cruz; e o diretor de Indústria e Comércio, André Fernandes estavam na Assembleia na terça-feira. “Com a pandemia, muitas empresas acabaram tendo dificuldades. A aprovação desse projeto é essencial, não só para Montenegro, mas para todo o Vale do Caí”, disse Zanatta.

O projeto de lei foi aprovado com 49 votos favoráveis e um contrário (de Luciana Genro, do Psol); e passou com uma emenda do deputado Tenente Coronel Zuco, do PSL, que torna obrigatória a publicação, no site do Estado, dos lotes disponíveis e dos valores negociados. Ele também contempla mecanismos para agilizar a concessão dos incentivos pra instalação.

Deixe seu comentário