Dois policiais trabalham em conjunto nas Salas de Videomonitoramento e Rádio

SEGURANÇA. 5º BPM será responsável pela vigilância das novas câmeras

Há seis meses com o Sistema Integrado de Videomonitoramento ampliado em Montenegro, em breve será a vez de três outros municípios da região terem o recuso. Triunfo, Salvador do Sul e São Pedro da Serra devem investir no cercamento eletrônico em aproximadamente 30 dias, de acordo com o comandante do 5º BPM, Ten. Cel. Rogério Pereira Martins. Com a sua ativação será possível prevenir atos criminosos e aumentar a segurança da população.

Sala de operações fica na sede do 5º Batalhão de Polícia Militar de Montenegro

A Central de Controle do Sistema fica localizada no 5º Batalhão de Polícia Militar de Montenegro (5º BPM), e agrega câmeras também do município de Pareci Novo. Segundo o comandante, as três cidades já realizaram o projeto de cercamento e logo ele deve ser colocado em prática. “Esse projeto de videomonitoramento já passou pela Secretaria de Segurança Pública, foi aprovado, e agora a contrapartida da Brigada é fazer o videomonitoramento”, comenta. Os recursos do investimento são provenientes dos municípios e parcerias público-privada.

A Central do 5°BPM já está em fase de adequação para receber terminais, suítes e os monitores desses municípios. “O nosso objetivo é que em um curto espaço de tempo todos os municípios da área de ação do 5° BPM, que são nove municípios, estejam integrados e utilizando essa ferramenta de videomonitoramento”, afirma o comandante. Desde janeiro os servidores da corporação estão recebendo instrução para utilizar a tecnologia.

Segundo Pereira Martins, através desse sistema é possível fazer o acompanhamento de diversos delitos, facilitando a abordagem da polícia aos suspeitos. “O Sistema de Videomonitoramento atua de forma preventiva. É um sistema extremamente importante; é uma ferramenta que precisa ter todo o desenvolvimento, é um investimento, não é um custo para o Estado, para o município”, explica.

Sistema de Videomonitoramento já auxiliou em 26 prisões
Diariamente os operadores do Sistema Integrado de Videomonitoramento utilizam da inteligência artificial e equipamentos de ponta para atuar na segurança pública do município. Segundo dados da Brigada Militar, desde a ampliação, 26 ocorrências com prisões foram realizadas graças a esse serviço.

Esses casos são dos mais variados tipos penais, como consumo e tráfico de drogas; fuga de acidente; agressão por Maria da Penha; furto e arrombamento a estabelecimentos comerciais. “A todo momento, todos os dias, você vai perceber guarnições da Brigada Militar fazendo abordagens, e muitas delas a partir do videomonitoramento”, diz o comandante Pereira Martins. Grande maioria dos delitos ocorre na área central da cidade.

São dois servidores fixos 24h voltados para o Sistema de Videomonitoramento e Sala de Rádio. De acordo com o comandante, somente o sistema não garante sucesso, porém a qualificação dos servidores tem ajudado na luta contra a criminalidade. “Só o fato de existir o Sistema de Videomonitoramento já previne alguns delitos. Ele é extremamente importante para o nosso trabalho”, completa.

Deixe seu comentário