Feriado aumenta o fluxo no trânsito e o risco de acidentes

A 80ª edição da Operação Viagem Segura iniciou a zero hora desta quarta-feira e se estende até a meia-noite de domingo, dia 5 de novembro. Polícia Rodoviária Federal, Detran/RS, Polícia Civil, Brigada Militar e Comando Rodoviário da BM estarão mobilizados para que o feriado de Finados seja tranquilo no trânsito.

Em 2016, o Dia de Finados caiu em uma quarta-feira, quando a operação durou 24 horas, e teve três mortes em decorrência do trânsito. Essa foi a menor média de mortes por dia da série histórica. Em 2015, a operação se estendeu por quatro dias. Nesse período, foram registradas 16 mortes em decorrência de acidentes de trânsito.

Nos últimos dez anos, 65% das mortes ocorreram em rodovias e concentraram-se nos dias intermediários, no turno da noite. Os municípios que registraram maior número de vítimas fatais foram Porto Alegre (10), Viamão (nove) e Caxias do Sul (oito).

Com foco na redução desses números de acidentalidade, como já é tradicional na Capital, haverá Megablitz na noite do dia 1º, véspera do feriado. A ação soma os esforços da Polícia Civil e dos agentes da Balada Segura à Operação.

A análise dos acidentes fatais decorrentes dos feriados de Finados (2007-2016) aponta que a média de mortes foi de 6,3 por dia, menor que a média geral dos finais de semana, que é de 7,3 mortes por dia. Isso representa que a cada 3 horas e 48 minutos uma pessoa perde a vida no trânsito do RS nesse feriado.

As 79 edições da Viagem Segura realizadas até agora contabilizam mais de 5 milhões de veículos fiscalizados e 174,6 mil testes de etilômetro realizados. Foram registradas mais de 852,4 mil infrações, sendo 16,8 mil autuações por embriaguez, incluindo as recusas ao teste do bafômetro. A fiscalização também recolheu 82,6 mil veículos e mais de 22,1 mil CNHs.

Deixe seu comentário