Ações de fiscalização e orientação serão realizadas pela PRF durante o feriado. Foto: PRF

VIAGEM SEGURA. Fiscalização será reforçada nos mais de 10 mil quilômetros de malha viária que cortam o RS

O período do final de ano é marcado pelo aumento do fluxo de veículos e usuários circulando pelas rodovias federais para os mais diversos destinos. Atento a esta situação, policiais rodoviários federais reforçarão trechos estratégicos nos mais de 10 mil quilômetros de malha viária que cortam o Estado, priorizando ações preventivas para redução da violência no trânsito. A fiscalização e o policiamento orientado serão intensificados por meio de rondas ostensivas nas rodovias e do posicionamento estratégico das viaturas e policiais ao longo dos trechos mais movimentados e considerados pontos críticos, pelo alto índice de acidentes e pela elevada taxa de cometimento de infrações de trânsito.

Além das ações de fiscalização, a polícia orienta aos cuidados que os motoristas devem ter antes de pegar a estrada. O automóvel deve ser checado, mesmo para pequenas viagens. É preciso lembrar de manter os faróis acesos para ver e ser visto. O cinto de segurança é equipamento obrigatório para todos os ocupantes do veículo.

Pneus calibrados e em bom estado, motor revisado, com óleo e nível da água do radiador em dia, são fundamentais para um bom deslocamento. Não esquecer de verificar a presença e estado dos equipamentos obrigatório, principalmente pneu estepe, macaco, triângulo e chave de roda, além dos limpadores de parabrisa e luzes do veículo são outras dicas valiosas da PRF.

Esteja atento às placas que indicam os limites de velocidade e as condições de ultrapassagem. Nos trechos em obras, o motorista deve reduzir a velocidade e obedecer a sinalização local. Os condutores também devem redobrar a atenção em cruzamentos e áreas urbanas.

Para os dias chuvosos, a PRF orienta aos motoristas transitar com velocidade moderada, sempre a direita da via, acender os faróis (baixos), manter distância segura do outro veículo que segue à sua frente, evitar manobras e freadas bruscas. Procure um lugar considerado seguro fora da pista que não seja debaixo de árvore ou de fiação elétrica. Os acidentes que ocorrem sob chuva, geralmente são provocados pela diminuição da visibilidade, falta de atenção e velocidade incompatível.

Nesta quinta-feira, 31, a partir do meio-dia, a Rádio Ibiá Web traz entrevistas ao vivo com as atualizações do trânsito para quem vai para o Litoral Norte neste feriadão. Acompanhe pelo App ou na live no Facebook do Jornal Ibiá.

Pausas para descanso
O condutor deve programar paradas a cada 3 horas. Quem se expõe a muitas horas dirigindo fica sujeito ao fenômeno da ‘hipnose rodoviária’, na qual se mantém de olhos abertos, mas sem percepção da realidade à sua volta. Ela vem acompanhada de sonolência, perda de reflexos e de força motora.
Além disso, para ir e voltar tranquilo, busque evitar, na medida do possível, os horários de pico. Dirigir cansado ou com sono aumenta o risco de o motorista cometer erros.

Deixe seu comentário