Polícia civil precisou retornar ontem à rua Caramuru para “re-prender” suspeito que comandava o tráfico nesta vila da Vendinha Fotos: Polícia Civil

Triunfo. Após sair da cadeia, Pedroso seguiu metendo o terror na rua Caramuru e ameaçou mulher que negou relação

A prisão de Jean Pinheiro Pedroso, 36 anos, não precisava ter ocorrido ontem. Isso porque, a menos de um mês, ele havia sido preso em flagrante por receptação de veículo roubado, além de ser suspeito de tráfico. Nesta quarta-feira, durante Operação Perdigueiro – da Polícia Civil de Triunfo com apoio da Regional Vale do Caí – ele foi novamente detido, agora sob suspeita de comandar a venda de drogas na rua Caramuru, na Vendinha.

O delegado Lúcio Melo, responsável pela DPPA Vale do Caí, explicou que o processo iniciou no final de semana, após uma vizinha do indivíduo ter feito denúncia de ameaças e agressão. O sujeito estaria tentando forçar um relacionamento amoroso. A Justiça expediu então quatro mandados de busca e apreensão, pois havia informação de que Pedroso possuía armas de fogo em seu poder.

aposta é para saber quanto tempo Pedroso ficará preso agora

As casas revistadas são todas no mesmo beco, pertencem a amigos – ou clientes – do suspeito. Nos fundos de uma delas foram encontradas 20 porções de crack, cuja posse foi atribuída a Pedroso. Armas não foram localizadas. O delegado Melo relata que o suspeito mantinha o controle daquela vila, após te chegado de Porto Alegre no início deste ano. A casa de Pedroso na rua Caramuru já havia sido alvo na operação No Limite, deflagrada pela Civil na manhã de 12 de maio.

Na ocasião, 11 suspeitos foram presos. Apesar de na residência de Pedroso ter sido encontrado entorpecente, ele não estava no local e foi considerado foragido. No dia seguinte ele foi abordado e preso pela Brigada Militar conduzindo um automóvel em situação de roubo e com placas clonadas. Ele tem antecedente de violência doméstica contra a ex-mulher.

Cocaína em Montenegro
As prisões por venda de drogas em Montenegro estão virando rotina. Depois de terem tirado das ruas quase um quilo de maconha na segunda-feira, terça-feira policiais do 5° BPM deram novo flagrante, desta vez pelo tráfico de cocaína. Por volta das 20h45min, a guarnição do POE foi à rua Juvenal Alves de Oliveira, bairro São Paulo, averiguar denúncia contra Cristiano Moises Pereira da Cruz, 33 anos.

O sujeito de alcunha “Dez” estaria vendendo drogas em frente ao numeral 545, onde mora. Os agentes inclusive perceberam quando ele repassou uma bucha a um indivíduo, que evadiu sem ser identificado. Apesar de correr, Dez foi abordado e com ele encontradas 48 buchas de cocaína (44,7g) dentro de uma meia, além de R$ 190,00. Outro comparsa, João Scot Nogueira, 20, estava no portão da casa, também fugiu, mas ao ser alcançado portava 12 tabletes de maconha (63g) e R$ 150,00.

Deixe seu comentário