Material apreendido no dia 4 de abril, na Estrada Maurício Cardoso, Morro da Formiga. Foto: Arquivo Brigada Militar

MONTENEGRO. Apreensão de drogas também é superior a 2020

De 1º de janeiro até 31 de março de 2020, o 5º Batalhão da Polícia Militar (BPM) de Montenegro efetuou 30 prisões por tráfico de drogas na Cidade. No mesmo período de 2021 foram 65, aumento de 117% no número de prisões. As apreensões de droga também apresentam elevação significativa na comparação trimestral. A quantidade de cocaína retirada das ruas, por exemplo, é 2.083% maior que a registrada no ano passado (2020 – 105,5g /2021 – 2.303,26g). Enquanto a Polícia faz a parte dela, prendendo infratores e recolhendo substâncias ilícitas, tem gente cometendo delitos mesmo sabendo que isso pode custar a própria liberdade.

A prisão de um jovem de 18 anos, na noite da última sexta-feira, 16, na Rua dos Imigrantes, na Vila Esperança, bairro Senai, não entra na estatística do 1º trimestre, mas é o retrato claro da atual batalha da Polícia contra o tráfico. O rapaz possui três passagens pelo crime de tráfico de drogas, além disso, tem registros por posse e furto qualificado.

Uma denúncia colocou em alerta o setor de Inteligência da BM, que passou a monitorar o indivíduo até conseguir efetuar o flagrante. No dia da prisão, o volume em um dos bolsos do homem fez os policiais o abordarem e revistarem. Com ele havia porções de maconha embaladas para venda e a quantia de R$100,00. O jovem foi encaminhado para Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) onde foi registrado o flagrante.

O comandante do 5º BPM, tenente-coronel Rogério Pereira Martins, diz que não pode afirmar aumento nos registros de reincidência – de pessoas que após serem soltas voltam a praticar o tráfico -, contudo, o oficial afirma que esta situação requer atenção especial. “É um fenômeno que precisa ser estudado e demonstra que o sistema prisional precisa de atenção”, reitera Pereira Martins. O tenente-coronel crê na reinserção social como aliada no combate ao tráfico. E para isso, defende a qualificação para o trabalho.

No Estado, os indicadores criminais da Secretaria de Segurança Pública (SSP/RS), também chamam à atenção. Nos 12 meses de 2020, 13.895 pessoas foram presas por posse de drogas no Rio Grande do Sul. O número de prisões por tráfico foi ainda maior, 15.512.

Deixe seu comentário