Manifestação em Montenegro ocorreu em frente à Central de Polícia/DPPA na manhã dessa segunda-feira

Manifestações dos profissionais da Segurança Pública ocorreram em todo o Estado

Policiais Civis de todo o Rio Grande do Sul realizaram manifestações na manhã dessa segunda-feira, 22, para homenagear os profissionais da Segurança Pública que perderam a vida em decorrência da Covid-19 e também para exigir a vacinação imediata da categoria. Em Montenegro, o ato ocorreu em frente à Central de Polícia / DPPA e contou com adesão da Guarda Municipal.

De acordo com o Ugeirm – Sindicato dos Agentes de Polícia do RS, o objetivo do manifesto é mostrar para a população a importância da vacinação dos profissionais da Segurança Pública e para a própria contenção da pandemia do novo coronavírus. Em vários municípios do Estado, os policiais civis estão encaminhando requerimentos às prefeituras, para que as administrações municipais coloquem os profissionais dessa categoria como grupo prioritário para a imunização contra a Covid-19.

A cidade de Bagé foi a primeira a tomar essa providência, iniciando a vacinação dos agentes da Segurança Pública na última sexta-feira, 19. No Vale do Caí, a categoria começou a ser testada em massa na última semana. Todos os policiais da região serão submetidos ao teste em breve.

No entanto, o pedido dos profissionais é pela vacina. “A nossa categoria não parou em nenhum momento e nem tem como parar. Realizamos ações de fiscalização e todos os serviços essenciais durante a pandemia. Guarda Municipal, Polícia Civil e Brigada Militar”, frisa o delegado André Roese, titular da 1ª Delegacia de Polícia de Montenegro.

Os profissionais da Segurança Pública da cidade já fizeram um contato informal com a Prefeitura solicitando a vacinação imediata. Entretanto, segundo a Administração Municipal, a ordem de atendimento em cada etapa da vacinação é definida pelo governo federal e leva em conta fatores como índices de mortalidade e vulnerabilidade de cada grupo. Não se trata de uma decisão dos prefeitos, que podem, no máximo, encaminhar os pleitos que recebem.

É exatamente isso que o chefe do Executivo local pretende fazer diante da mobilização da categoria. “Estamos trabalhando de forma incansável para garantir vacinas para o maior número possível de montenegrinos a fim de que todos sejam contemplados com rapidez. E, ao mesmo tempo, buscando apoio para reforçar os serviços de saúde e promovendo a conscientização dos cidadãos para os comportamentos preventivos”, afirma o prefeito Gustavo Zanatta. A Prefeitura de Montenegro também já fez reserva orçamentária para aquisição de vacinas assim que houver essa possibilidade.

Famurs é favorável à vacinação dos profissionais da Segurança Pública
A Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs) sugeriu ao Estado a inclusão dos profissionais de Segurança Pública no grupo prioritário da vacinação contra a Covid-19. A solicitação ocorreu na última sexta-feira, 19, quando o presidente da Famurs, Maneco Hassen, esteve em reunião com o governo estadual. “É fundamental incluirmos os profissionais de segurança no grupo prioritário da vacinação, afinal eles também estão atuando na linha de frente para combater a pandemia”, destacou.

Deixe seu comentário