A caminhonete do policial militar seria o alvo dos bandidos que lhe tiraram a vida

Interrogação. Polícia apura se criminosos presos são os mesmos que atiraram em policial na Coxilha Velha

A Polícia Civil de Triunfo investiga se um quarteto de criminosos ligados ao tráfico de drogas, capturado no final da tarde de quinta-feira, 4, é o mesmo responsável pela morte do policial militar Emerson Daltri Tadielo, de 41 anos, assassinado no início da tarde, na localidade de Coxilha Velha, próximo à divisa entre Montenegro e Triunfo. A suspeita foi levantada devido a semelhança dos veículos utilizados em ambos os casos.

De acordo com a Brigada Militar de Paverama, as guarnições receberam a informação de que o carro suspeito de ser usado no crime estaria circulando por Fazenda Vilanova e Paverama. Os policiais foram até o local indicado e encontraram o veículo com quatro homens dentro. Ao ver a Polícia, eles fugiram em direção à mata. Um foi preso no local. Houve perseguição e depois de horas, os outros três foram capturados. Com eles, foi encontrado aproximadamente um quilo de maconha. Mas nenhuma arma foi localizada.

Segundo o delegado Lúcio Melo, titular da Delegacia de Polícia (DP) de Triunfo, responsável pela investigação da morte do polifcial Emerson Daltri Tadielo, por enquanto existe apenas a suspeita de serem os mesmos indivíduos. A Polícia Civil ainda trabalha para confirmar ou descartar de vez a hipótese.

Saiba mais sobre o caso
O soldado Emerson Daltri Tadielo, de 41 anos, morreu no início da tarde dessa quinta-feira, 4, ao ser atingido por um disparo de arma de fogo no pescoço. O fato ocorreu quando o PM parou em uma loja, no quilômetro 391 da BR-386, para comprar um vaso de flores. Antes de falecer, ele afirmou à dona do estabelecimento comercial que os bandidos queriam levar o carro dele. Emerson era casado e tinha uma filha. Ele era lotado em Santiago e atuava na força-tarefa da Cadeia Pública de Porto Alegre.

Deixe seu comentário