Caso foi registrado na DPPA como uma tentativa de homicídio

Estelionato
Um engenheiro de Montenegro prestou queixa na DPPA de golpe de estelionato. Segundo a vítima, na última semana ele recebeu uma chamada telefônica, no escritório onde trabalha de uma empresa chamada Todescredi e lhe informaram que se a dívida não fosse paga, o seu nome seria incluído no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC). Após esse fato, a vítima pesquisou junto a Serasa e constatou que possui no seu nome uma dívida de R$ 11.880,00 em um banco privado e outra conta de R$ 10.636,02 junto ao Todescredi. Porém nesses registros constam o endereço de Gravataí e ele deixou registrado na Polícia que nunca morou naquela cidade e que não contraiu dívidas com essas instituições bancárias. O caso foi encaminhado a primeira Delegacia de Polícia para ser investigado.

Assalto a Posto de Gasolina
O fato aconteceu na região da Costa da Serra. Os circuitos de segurança do posto de combustíveis flagraram quatro homens no interior da loja de conveniência do posto. A hipótese é de que tenham utilizado uma chave falsa para invadir o estabelecimento. Na sequência eles ainda arrombaram as portas de acesso ao depósito, escritório e a cozinha do prédio comercial. Foram furtados aparelhos de automação de dados das bombas de combustível, doces e bebidas. Segundo registro das câmeras de circuito interno de segurança do posto, os bandidos chegaram no local em dois veículos; um gol geração três, branco com quatro portas e um Fiesta Hatch prata.

Assalto a pedestre I
O adolescente L.S. de 16 anos, foi abordado por um rapaz moreno, que aparenta cerca de 20 anos de idade, com cerca de um metro e 70 centímetros de altura, quando caminhava na rua João Luis, no centro de Montenegro. O crime ocorreu por volta das 21h na última segunda-feira. Outros nove jovens ajudaram no roubo, intimidando o menino, com ameaças de agressão física. O adolescente entregou sua mochila com dois aparelhos celular no interior e ainda um par de tênis, moletom e camisetas de grife e ainda dois frascos de perfume. Os ladrões fugiram, alguns a pé e outros de bicicleta em direção ao centro. A vítima não soube dizer se a gangue estava com armas.

Assalto a pedestre II
No mesmo dia uma jovem foi abordada por um rapaz alto, magro, aparentando ter 20 anos de idade. Armado de uma faca grande com lâmina fina o ladrão levou o aparelho celular da jovem. O fato ocorreu na rua Otávio Dias Ferraz, no bairro São Paulo, por volta das 17h30min. Segundo relato da vítima, o criminoso estava de moletom com capuz cinza e calça jeans. Ele fugiu em direção ao bairro Timbaúva.

Fuga de detido
A Brigada Militar estava elaborando o termo circunstanciado de P.R.B, por ter comprado maconha. Na abordagem policial foi encontrada a substância tóxica. No momento em que estava sendo enquadrado por porte de entorpecentes, o detido empreendeu fuga em direção à casa de um comparsa. Assim que foi abordado novamente, ele ofereceu resistência até que o comparsa jogou um martelo no policial e fez ameaças com uma faca. Por causa dessa interferência, ele conseguiu escapar. Seu comparsa também vai ser enquadrado como acusado em processo na polícia civil. O fato o correu nesta segunda – feira no bairro aeroclube e foi registrado como fuga de detido, posse de entorpecentes e resistência à prisão.

Deixe seu comentário