AÇÃO já interditou 109 locais e apreendeu seis mil toneladas de sucata. Foto: Rodrigo Ziebell/SSP

Uma união de esforços entre Polícia Civil (PC), Brigada Militar (BM), Instituto-Geral de Perícias (IGP) e Detran, a Operação Desmanche já interditou 109 locais, apreendeu seis mil toneladas de sucata automotiva e prendeu cerca de 60 pessoas. E iniciado 2019 também uma nova estratégia foi adotada, com o retorno a locais que já haviam sido alvo da operação.

De acordo com o delegado Emerson Wendt, diretor do Departamento de Inteligência de Segurança Pública (DISP), a revisitação tem como intuito realizar um trabalho mais aprofundado e de acompanhamento. “Com o passar do tempo, alguns estabelecimentos passaram pelo processo de regularização, o que torna importante a participação da Corregedoria do Detran”, explica. Está também é uma forma de, em caso de alguma ilegalidade, aplicar as sanções cabíveis.

A 76ª edição foi lançada nesta semana, sendo que na segunda-feira já resultou na interdição de um estabelecimento e no recolhimento de aproximadamente 50 toneladas de sucata automotiva. Os trabalhos ocorreram em Porto Alegre e em Eldorado do Sul e mobilizaram cerca de 40 servidores dos órgãos da Segurança Pública. A Operação combate à receptação e o desmanche de veículos roubados. A força-tarefa já passou por 41 municípios, incluindo Portão, Montenegro e São Sebastião do Caí.

Deixe seu comentário