Maria Rosemari Ortiz, de 33 anos, possui diagnóstico de esquizofrenia e, segundo a mãe, Romilda Pires da Silva, já sumiu outras vezes. Desta vez, ela saiu de casa no bairro Aeroclube, em Montenegro, por volta das 17h do dia 17, portando o valor de R$ 50,00 para comprar pão e não retornou. No dia seguinte, a família procurou a Delegacia de Pronto Atendimento (DPPA) onde registrou ocorrência do desaparecimento.

Conforme Romilda, a filha foi localizada pela polícia em Caxias do Sul e encaminhada para cuidados na secretaria da saúde daquele município. Na manhã da quinta-feira, 21, Rosemari embarcou de volta para Montenegro, onde a mãe a aguardava ansiosa.

Romilda conta que essa não é a primeira vez que a filha sai de casa e vai parar em outra cidade. Por dois anos Maria ficou vagando por ruas de Porto Alegre, até ser encontrada pela família. Há seis meses ela veio morar em Montenegro, antes disso, residia em Passo Fundo, local para onde, segundo a mãe, demonstra desejo de voltar. Ela acredita que na tentativa de ir ao antigo endereço Rose, por engano, tenha ido parar em Caxias.

Agora a família irá redobrar os cuidados para que a situação não se repita. Devido ao diagnóstico de esquizofrenia, Maria precisa seguir o tratamento médico de forma rigorosa.

Deixe seu comentário