A Promotoria de Justiça Especializada Criminal de Porto Alegre e o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), com apoio da Brigada Militar, cumpriram 20 mandados de busca e apreensão em investigação que apura a ocorrência dos crimes de apropriação indébita, estelionato, organização criminosa, falsidade documental e lavagem de dinheiro durante a gestão 2015/2016 do Sport Club Internacional. Os mandados foram cumpridos em residências e sedes de empresas de Porto Alegre, Eldorado do Sul e Viamão.

Os investigados são Vitorio Carlos Costi Piffero, que exercia a função de presidente do clube, Pedro Antonio Affatato, que acumulava a 1ª Vice-Presidência e a Vice-Presidência de Finanças, Alexandre Silveira Limeira, que era vice-presidente de Administração, Emídio Marques Ferreira, vice-presidente de Patrimônio, Marcelo Domingues de Freitas e Castro, vice-presidente Jurídico, e Carlos Capparelli Pellegrini, que atuava como vice-presidente de Futebol. Também são investigadas as condutas de empresários de futebol, além de pessoas vinculadas a empresas.

As suspeitas quanto a Piffero tem a ver com a de efetiva participação em todos os setores do clube, com pleno domínio gerencial e funcional de todos os fatos praticados pelos demais dirigentes.

Deixe seu comentário