Em casos suspeitos, a Brigada Militar deve ser contatada imediatamente

POLÍCIA orienta a população a contatar a BM e registrar ocorrência

Muitos montenegrinos estão preocupados com suas crianças. Isso porque nas redes sociais circulam informações sobre pessoas em atitudes suspeitas, que colocam os pais em alerta pela segurança dos pequenos. A Polícia orienta a população sobre como agir quando houver desconfiança.
“Tomem cuidado! Minha filha de sete anos e a prima dela, de quatro anos, estavam brincando no pátio fechado. De repente, passou um Peugeot preto, deu ré, tirou foto das meninas e foi embora”, o alerta feito através do Facebook é de Deise Tavares. Além dela, Diogo Souza chama a atenção sobre um veículo preto estar “rondando” no bairro Cinco de Maio e de dentro dele pessoas estarem chamando crianças. “Cuidem de seus filhos!”, orienta Diogo.

Na terça-feira, dia 19, Paula Garcia, esposa de Magnus Figueira, passou por uma situação embaraçosa e tensa ao andar com a filha, de apenas cinco anos de idade, pela rua Ramiro Barcelos, no Centro. O pai da criança conta que um homem, já de idade avançada, desceu de um veículo e passou a olhar, de maneira constrangedora, para a menina. “Ele ficou olhando minha filha da cabeça aos pés. Minha esposa não quis olhar muito para ele, pois ficou com medo. Ela segurou forte a mão da nossa filha e saiu rapidamente de perto dele”, relata Magnus. “Eu também fiquei com medo por que já tinha visto postagens sobre isso”, explica.

Também na terça-feira, a Brigada Militar foi comunicada sobre a presença do veículo preto em atitude suspeita. Conforme o comandante interino do 5º Batalhão da Polícia Militar (BPM) de Montenegro, major Hélio Schauren, a denúncia está sendo apurada pelo setor de Inteligência do batalhão. Contudo, a Brigada e a Polícia Civil não possuem registros de ocorrências sobre esses fatos.

Sem registro de ocorrência registrada a policia civil não tem como instaurar investigação. A delegada Cleusa Spinato, responsável pela Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM) do Vale do Caí – que também atende casos envolvendo crianças e idosos – , destaca que a Brigada Militar deve ser chamada assim que o adulto notar o fato estranho, logo em seguida deve-se fazer o boletim de ocorrência.

Dicas para proteger as crianças
*Ensine seus filhos a não aceitarem nada de estranhos, e não darem atenção a eles;
* crianças não devem se aproximar de veículo quando oferecerem carona ou pedirem informação;
* em caso de ataque, ensine a criança a gritar para pedir ajuda;
* apresente seus filhos aos policiais do bairro, torne-os seus conhecidos.

BM do Caí alerta para Fake
A Brigada Militar de São Sebastião do Caí recebeu ligações de pessoas preocupadas com um áudio que está sendo compartilhado pelas redes sociais. Nele, uma mulher “alerta” sobre um veículo vermelho em que os tripulantes tentaram raptar uma criança em São Sebastião do Caí. A BM informa que não houve nenhuma ocorrência ou solicitação sobre sequestro de criança na cidade. Também não houve nenhuma informação repassada para o Conselho Tutelar e, tampouco, ocorrência registrada na Polícia Civil.
A brigada lembra que a disseminação de notícias falsas prejudicam o trabalho policial e tira a tranquilidade das famílias.

Foto: reprodução internet

Deixe seu comentário