A Polícia Civil informa que ainda aguarda a perícia do IGP, que poderá trazer mais informações sobre a dinâmica do ocorrido

A Brigada Militar e a Polícia Civil identificaram os três adultos e a criança envolvidos em um acidente fatal neste domingo, 27 de setembro, na ERS-287. O óbito registrado é de um bebê de apenas 8 meses. A menina faleceu no local e foi identificada como Isabele Lohanne Sarmento Rodrigues. Já os adultos são Gustavo Rodrigues, de 24 anos; Sérgio Henrique Rodrigues Ignácio, de 22; e Karen Andris Sarmento, de 24. Os três foram encaminhados ao Hospital Montenegro.

A família é de moradores de Montenegro, mas vinha de Triunfo, onde, na localidade de Coxilha Velha, a criança acabara de ser batizada. Três adultos que estavam no veículo foram encaminhados ao Hospital Montenegro. O acidente ocorreu no Km 8 da rodovia, logo após a entrada para a ERS-411 no sentido Montenegro / Triunfo. O trânsito está com uma das pistas interrompidas. A Polícia Civil informou que ainda aguarda a perícia do IGP, que poderá trazer mais informações sobre a dinâmica do ocorrido.

Na hora do acidente, por volta das 11h50mim, chovia bastante no local. Polícia Rodoviária Estadual, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros atuaram na ocorrência. Por enquanto, as autoridades tratam como um acidente de causas desconhecidas. O veículo – um GM Classic – vinha no sentido Triunfo Montenegro quando perdeu o controle, atravessou a pista contrária e bateu contra uma árvore. Os adultos eram um casal, pais do bebê, e outro homem que era padrinho da criança. A menina estava na cadeirinha, instalada no banco de trás do veículo. A mãe também estava na parte traseira no carro, que era dirigido pelo pai. O padrinho estava no bando do carona.

“Ele só perguntava pela filha”

Um morador próximo participou dos primeiro atendimentos às vítimas. Ele ouviu o barulho do acidente e foi ver o que havia ocorrido. Encontrou uma pessoa tentando sair pela janela do carro. Logo Samu e Bombeiros estavam no local. “Ajudei ele. Parou outro carro e condutor ajudou também. Ele só perguntava pela criança, pela filha. Me disse que vinham do batizado. E eu disse pra ele que ela estava bem. Porque eu não podia dizer pra ele o que tinha acontecido”, conta o morador que se identificou como Sandro, de 50 anos. O homem relata que este, infelizmente, não é o primeiro acidente no qual presta atendimento às vítimas. “É meio frequente acidente aqui”, finaliza.

Uma familiar que estava no local, mas pediu para não ser identificada relatou à reportagem que a família estava reunida para o batizado e que quando eles pegaram a estrada em direção à Montenegro, com a demora em ter alguma notícia, foi ficando angustiada. “Senti que algo tinha acontecido”, contou. Ao ligar para o telefone da mãe da criança ela confirmou a suspeita. Um profissional da área da saúde atendeu a ligação e informou que três adultos haviam dado entrada no hospital. Da criança, a pessoa do outro lado da linha nada sabia informar.  Ao chegar ao local do acidente ela confirmou a dor que afligia seu coração e soube do óbito, tendo a triste tarefa de informar aos familiares.

Deixe seu comentário