Os corpos foram encontrados na Estrada Sanga Funda, nessa quarta-feira. Fotos: BM

DISPUTA do tráfico de drogas pode ter levado a sequestro e morte dos homens, moradores de Taquara

A Polícia Civil, por meio de agentes da Delegacia de Capela de Santana, divulgou a identidade dos dois corpos encontrados na Estrada Sanga Funda, naquele município, durante o feriado. A perícia papiloscópica identificou as vítimas como Luiz Alberto Santana Pedroso de 52 anos, natural de Soledade e Lucas Dos Santos, 31 anos. A investigação trabalha com a possibilidade de o crime ter sido motivado pelo tráfico de drogas ilícitas na cidade de Taquara, local onde eles moravam.

Luiz Alberto Santana Pedroso tinha 52 anos, e Lucas dos Santos, 31 e eram moradores da cidade de Taquara

A Polícia apurou que Luiz tinha antecedentes criminais por posse de drogas ilícitas e ameaça. e Lucas registro por posse de drogas ilícitas e ameaça. Na noite anterior ao crime, ambos foram sequestrados no interior de Taquara, levados até Capela de Santana, em lugar ermo, e lá mortos por disparos de armas de fogo. No local do encontro dos cadáveres, foram coletados mais de 50 estojos de pistola, calibre 9mm, o que leva a PC a suspeitar que foram dois atiradores.

O duplo homicídio tem como linha de investigação possível disputa motivada pelo tráfico de drogas ilícitas em Taquara. A Polícia não confirma relação entre os assassinatos dessa semana com o de outras duas jovens, também encontradas no interior do município no dia 15 de abril. Contudo, várias hipóteses são investigadas.

Brenda Ferreira da Silva de 19 anos e Gracieli Leite, 33, foram encontradas sem vida por cortadores de mato em uma propriedade particular. Os corpos foram parcialmente queimados e apresentaram marcas de tiros. As namoradas tinham envolvimento com o tráfico de drogas. Gracieli foi presa pela última vez em fevereiro, permaneceu cerca de 10 dias na penitenciária e foi solta.

Deixe seu comentário