A solicitação do ícone no documento deve ser feita com apresentação de laudo médico. Foto: IGP

Desde que o Rio Grande do Sul adotou o novo modelo de carteira de identidade, em março de 2019, cinco pequenos desenhos podem ser incluídos na carteira de identidade de pessoas com algum tipo de deficiência. Os ícones identificam deficiência física, auditiva, intelectual, visual e espectro autista.

A inclusão dos ícones de acessibilidade no documento de identidade pode ajudar a identificar mais facilmente a condição física ou de saúde mental e evitar uma série de contratempos. A inclusão pode ser útil em várias situações. Uma delas é evitar constrangimentos para pessoas que deixam de ser consideradas deficientes, porque o problema físico não é aparente.

Para incluir qualquer um dos símbolos basta levar os laudos médicos que comprovam a condição e solicitar a inclusão para o atendente nos postos de Identificação do IGP. A inclusão do símbolo não tem custo. (CA)

Deixe seu comentário