Motoristas sem carteira nacional de habilitação e até mesmo sem cinto de segurança lideraram o número de abordagens na Via II, nesta quarta-feira

Policiais do 5º Batalhão da Polícia Militar de Montenegro (5º BPM) atuaram ontem em parceria com alunos da Escola de Formação de Soldados (ESFEs). A operação policial foi realizada na avenida Júlio Renner, a Via II, no bairro Timbaúva. Conforme o instrutor da disciplina de Policiamento Ostensivo de Trânsito, major Pereira Martins, a barreira de fiscalização faz parte das atividades práticas a que os novos policiais devem ser submetidos.

De acordo com o instrutor, a medida também tem como objetivo reduzir o número de mortes e feridos no trânsito

O resultado da operação, segundo o oficial, foi positivo — tanto para os alunos quanto para “o cumprimento da lei”. Em cerca de quatro horas de abordagens foram confeccionados 22 autos de infração. Ao todo, cinco veículos foram recolhidos por estarem com a documentação vencida. Uma CNH, na mesma situação, também foi detida.

Um dos casos que mais se repetiu ao longo do patrulhamento foi o de pessoas conduzindo veículos sem carteira de habilitação, o que é considerada infração gravíssima pela legislação de trânsito vigente no país.

O não uso do cinto de segurança, seja por condutores, seja por passageiros, também faz parte dos registros da operação, medida que costuma se intensificar nessa época do ano, quando alguns cuidados são deixados de lado pelos motoristas. “Ao mesmo tempo em que estamos qualificando nossos profissionais, agimos na fiscalização. Nesse período de final de ano, muitas pessoas usam as vias sem ter cuidados com a segurança de seus veículos e com a documentação. Então, nós precisamos dar um alerta para esses condutores”, acrescenta.

Deixe seu comentário