Gustavo Gerhardt residia com a namorada no município de Cruzeiro do Sul . Fotos: arquivo pessoal de Gustavo Gerhardt

ACIDENTE. Motociclista de 31 anos morreu após colidir contra árvore ao participar da Trilha do Carvão

Um acidente inusitado levou à morte o jovem Gustavo Gerhardt, de 31 anos. O óbito ocorreu na manhã de ontem, quinta-feira, 8, no Hospital e Pronto Socorro (HPS) de Canoas, local onde o trilheiro estava internado desde domingo, 4, após colidir contra uma árvore. Gustavo era morador do município de Cruzeiro do Sul e, no último final de semana, veio ao Vale do Caí para participar das provas da 6ª Trilha do Carvão, em Brochier.
A motocicleta dele colidiu de frente com uma árvore. Gustavo não sofreu fraturas, mas teve complicações no pulmão. Na segunda-feira, 5, ele passou por uma cirurgia e posteriormente precisou de doações de sangue. O trilheiro passou os últimos dias de vida internado na Unidade de Terapia Intensiva do HPS de Canoas.

Segundo Carlos Gerhardt, primo de Gustavo, o jovem trabalhava em uma rampa de lavagem de veículos com o pai dele. Gustavo morava há mais de cinco anos com a namorada, mas não tinha filhos.

O velório do rapaz ocorre em Cruzeiro do Sul, no Vale do Taquari. Em função da morte de Gustavo, a Administração Municipal da cidade transferiu a abertura do Campeonato Municipal de Futsal que ocorreria nesta sexta-feira, 09, no ginásio do Centro. Nas redes sociais, muitos amigos e companheiros de esporte mostraram condolências à família do motociclista.

Membros de grupos nos quais Gustavo era conhecido postaram mensagens de solidariedade e consternação no Facebook. “A família Borrachos só deseja que Deus dê força para toda a família de Gustavo. Que Deus o receba e sua passagem seja de luz”. Também foi ressaltada a fatalidade do caso e a boa organização do evento. “Pêsames a família, estamos todos muito tristes da família Trilheiros do Barulho. Infelizmente sabemos do risco… O trilhão estava muito bem organizado com muitos integrantes de colete no apoio nada visto em outros trilhões a cada curva mais fechada a cada encruzilhada infelizmente uma fatalidade descanse em paz guerreiro”, disse competidor Alex Pereira.

A morte de Gustavo comoveu amigos do jovem e colegas motociclistas

Nota da organização da 6ª Trilha do Carvão
É com pesar que o Jeep motoclube Doguinhos vem a público esclarecer e lamenta profundamente os fatos ocorridos com o colega e piloto Gustavo Gerhardt da cidade de Cruzeiro do Sul – RS que segundo informações, sofreu uma queda na 6ª Trilha do Carvão, ocorrida no domingo 04/08/2019 e devido a complicações veio a óbito na manhã dessa quinta feira 08/08/2019 no HPS de Canoas.

Segundo o relato dos órgãos de saúde do município e dos órgãos de saúde que prestavam assistência durante o evento, Gustavo sofreu uma queda, ao sair do percurso delimitado, batendo em uma árvore, ele se recompôs e seguiu fazendo a trilha, já de volta ao parque e de banho tomado, foi encontrado massageando a região torácica, quando indagado por um dos bombeiros que prestavam socorro no evento, Gustavo ainda relatou que nada de mais havia acontecido, somente que havia se machucado e estava com dores musculares, porém bem. Levado ao hospital São João de Brochier e atendido pelo médico plantonista, após consulta, o médico optou por mais exames e encaminhou Gustavo ao Hospital Montenegro onde passou por exames complementares de imagem e constatou presença de líquido livre na cavidade, o mesmo foi submetido a uma drenagem do líquido e encaminhado ao HPS de Canoas onde passou por dois procedimentos e veio a óbito na manhã de hoje.

O Jeep motoclube Doguinhos juntamente com toda a organização do evento, está de luto com essa terrível notícia, que abalou a todos e se solidariza com toda a família do Gustavo.

Deixe seu comentário