Ocorrências de homicídios tiveram maior queda percentual da série histórica . Foto: Rodrigo Ziebell / SSP

No Rio Grande do Sul, o quadrimestre fechou com queda de 26,7% entre as vítimas de homicídio. Em 2019 foram 661 assassinatos. Já no mesmo período do ano anterior, foram 902 mortes. Só em abril, o indicador mostra redução de 66 óbitos (-30,4%), passando de 217 para 151 na comparação entre este ano e 2018. Se considerado o total de ocorrências desse tipo de crime no RS, se repete o cenário de baixa tanto no quarto mês do calendário (-29,7%) quanto no balanço de janeiro a abril (-25,3%).

Outro delito com acentuada redução é o latrocínio, ou seja, roubo seguido de morte. A comparação entre os primeiros quatro meses de 2018 e 2019 mostra queda de 28,6%, passando de 35 casos para 25, o menor número desde 2009, quando houve 22 registros. Observando apenas os dados de abril, a retração chega a 46,2%, com 13 ocorrências no último ano e sete no mês passado.

A maioria dos demais tipos de crime também fechou os primeiros quatro meses do ano em queda sobre o mesmo período de 2018. Em todo o Rio Grande do Sul, houve retração nos roubos de veículo (-30,8%), furtos de veículo (-15,3%), furtos em geral (-16,2%), roubos (-11,9%), nos ataques a bancos (-36,7%) e a comércios (-25,3%). A única alta, quando observado o período de janeiro a abril, ocorreu entre os roubos a usuários do transporte coletivo, com 17 casos a mais neste ano. Mas a reversão do quadro já aparece no resultado do mês passado, com 36 ocorrências frente às 49 do quarto mês do ano anterior, ou seja, 13 casos a menos. Casos de roubo a profissionais que trabalham em ônibus e lotação caiu 31,3% na comparação quadrimestral. Os dados foram divulgados no site da Secretaria de Segurança Pública do Estado.

Compartilhar

Deixe seu comentário