No último dia 18, a BM realizou a formatura do Curso Básico de Formação da Polícia Militar

Esfes.Formação teve início em março desse ano

Nos 184 da Brigada Militar, a Escola de Formação e Especialização de Soldados da Brigada Militar (EsFES) de Montenegro formou 200 soldados. A cerimônia foi realizada no Ginásio do Sesi, em Montenegro, nessa quinta-feira, 18. Familiares compareceram na formatura.

Israel Mateus da Silva Lourenço, 29 anos, foi um dos formandos que tiveram o curso realizado na EsFES de Montenegro. Natural de Novo Hamburgo, o agora soldado já sonhava em ser policial desde pequeno. O contato com a profissão surgiu através do pai, Cezar Rogério Lourenço, 62, que trabalhava com serviços gerais no 3º Batalhão de Polícia Militar, em Novo Hamburgo. “Nós nos criamos dentro da Brigada Militar, eu e o meu irmão. Agora eu sou o segundo a se formar na Instituição como soldado. Então pra nós é motivo de muita alegria, um sonho desde criança”. Hoje aos 62 anos, seu Cezar comemorou a formatura do segundo filho como soldado da Brigada. “Estou agradecido primeiramente a Deus, só peço que guarde eles”, declara o pai orgulhoso.

Israel, à direita, é o segundo da família a se formar como soldado da Brigada Militar

Nos quase oito meses de formação em Montenegro, o soldado conta que se dedicou diariamente. “A formação aqui é diferenciada, é uma formação de ferro, onde exige muita qualidade física e intelectual do aluno. Então fomos treinados e exigidos pra prestar um bom serviço como policial militar”, diz Israel. Para o futuro, o soldado espera servir à comunidade e honrar a instituição. “Eu quero servir e proteger a comunidade, e, dentro da instituição, continuar estudando para ser um bom exemplo para aqueles que irão vir ainda”, afirma.

Giovana Espíndola Lúpim, 28 anos, também fez parte da turma de alunos que se formou na Esfes de Montenegro. Natural de Torres, no Litoral Norte gaúcho, a soldado diz que ser policial também era um sonho de criança, que agora foi realizado. Na sua estada no Município, ela destaca que o mais difícil foi estar longe da família e do filho, Vitor, de 6 anos. “Foi desafiador ficar longe da família e do meu filho, mas é gratificante. Agora quero buscar me especializar cada vez mais e procurar ser uma profissional correta”, diz Giovana.

Giovana festejou a formatura com o filho, Vitor, de 6 anos

Formação em Montenegro durou sete meses
Foram sete meses de treinamento dos 200 alunos da Esfes em Montenegro. De acordo com o comandante da Escola, major Iber Augusto Lesina Giordano, a formação dos novos soldados contou com estudos aprofundados em diversas disciplinas de técnicas policias, direito, além de uso da arma de fogo, atendimento pré-hospitalar e Polícia Comunitária. “Estamos muito orgulhosos dos novos alunos soldados, que a partir de agora farão parte da instituição Brigada Militar… E a Brigada é formada de cada homem e mulher que construiu a sua história dentro da instituição”, afirma o major.

Comemoração dos novos soldados após a cerimônia

De acordo com o major Giordano, a formatura dos 200 alunos em Montenegro é importante para colaborar também com a diminuição da defasagem de efetivo da instituição. “Esses policiais militares já vinham prestando seus serviços na região do Vale do Caí, atuando nos finais de semana, durante o estagio operacional, melhorando a segurança pública local. Agora, eles serão incorporados no quadro da Brigada Militar e seguirão para as cidades para onde forem designados.

A cerimônia de formatura coincidiu também com o aniversário de 184 da Brigada Militar. O comandante do 5º Batalhão da Polícia Militar de Montenegro, tenente-coronel Oberdan do Amaral, destacou a importância dos 200 novos soldados para a instituição. “Há 184 anos surgiu a Brigada Militar. Hoje parabenizamos a cada integrante, que arrisca suas vidas para proteger a comunidade. Essa página hoje tem mais um capítulo a ser comemorado: a chegada de mais 200 colegas, que a partir de agora também farão parte da história da Brigada Militar”, destacou Oberdan.

Deixe seu comentário