Para a família, Vinícius pode ter sido vítima de algum ato de violência

Nessa sexta-feira, 4, completou uma semana desde o desaparecimento do jovem Vinícius dos Santos, de 17 anos. Ele saiu de casa, no bairro Estação em Montenegro, por volta das 17h do dia, 27, e desde então não foi mais visto. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil de Montenegro, que não dá detalhes sobre as apurações feitas até o momento. Contudo, a família demonstra ter reascendido a esperança em reencontrá-lo.
A mãe do garoto, Adriana Macena, contou à reportagem que seu filho foi procurado por três pessoas que o forçaram a ir para Taquari em um veículo chamado por aplicativo. O fato ocorreu na tarde da sexta-feira, dia 27 de setembro. A mulher suspeita que o filho tenha sido vítima de algum tipo de violência.

Conforme Adriana, uma mulher e dois homens procuraram Vinícius para tirar satisfação sobre o desaparecimento de uma arma de fogo. O objeto teria sido furtado em Taquari, mas o jovem garantiu a eles não ter pego, e acusou outra pessoa. Contudo, o trio disse que ele teria de ir até aquela cidade para prestar esclarecimento sobre o que estava afirmando. Caso contrário, eles iriam até a casa da família de Vinícius para “fazer buscas”.
A mãe ressalta que o rapaz sentiu-se pressionado e, temendo que algo pudesse acontecer, concordou em ir para Taquari. Ela nega que ele tenha algum de envolvimento com drogas.

Fotos: Facebook

Desde aquela tarde, o celular de Vinícius está desligado e não há informação sobre paradeiro do adolescente. “Estou desesperada. Não consigo comer, só choro”, disse Adriana na segunda-feira, 30.

A família planejava uma manifestação para este sábado, com o objetivo de pedir celeridade no trabalho da Investigação. Mas, após conversar com a Polícia, nessa sexta-feira,4, a iniciativa foi cancelada. A mãe está mais otimista e acredita que logo terá novidades sobre o desaparecimento de seu filho. “A gente tá confiante que vai ter resposta. A Polícia já conversou com a gente e está investigando. Então, a gente só tá no aguardo agora para não atrapalhar a investigação”, disse Adriana, ontem.

No dia do desaparecimento, Vinícius vestia uma bermuda Jeans, cor clara, uma camisa do time Paris Saint-Germain e uma jaqueta bege. Os documentos do jovem ficaram em casa.

Qualquer informação sobre Vinícius pode ser repassada para a família através do número 51 9 8030 9137. Contatado pela reportagem, o delegado titular da 1ª Delegacia de Polícia de Montenegro (1ªDP).

Deixe seu comentário