Foto: Polícia Civil de Capela de Santana

CADAVER estava parcialmente despido. Polícia investiga relação do crime com tráfico de drogas

O corpo de um homem – que não teve sua identidade informada pela polícia – foi localizado na manhã dessa segunda-feira, dia 20, na estrada Adalberto Borges de Medeiros, no município de Capela de Santana. A vítima apresentava sinais de disparo de arma de fogo no peito e rosto. Conforme a Polícia Civil, há suspeita que o homicídio esteja relacionado com tráfico de drogas.

A Brigada Militar chegou ao local através de denúncia feita por meio do número 190. O cadáver estava parcialmente despido, jogado em meio ao matagal. Polícia Civil e Instituto Geral de Perícias (IGP) foram acionadas. O corpo foi encaminhado para perícia no Instituto Médico Legal de Porto Alegre. A Polícia realizou diligências na tentativa de obter mais pistas sobre o caso.

Conforme a PC de Capela de Santana, o nome da vítima deve ser divulgado ainda nesta terça-feira, 21, após a conclusão de exames periciais. Trata-se de um indivíduo jovem, de pele parda, estatura mediana, magro, cabelos crespos e preto e com diversas tatuagens no corpo. Na mão direita há o desenho de uma rosa e a palavra mãe. No rosto estão tatuadas uma cruz e lágrima.

Mesmo sem a identificação oficial do cadáver, a Polícia acredita se tratar de um conhecido usuário de drogas, responsável por vários furtos registrados na cidade. A investigação pede ainda a ajuda da comunidade local para conseguir qualquer informação que possa contribuir com o esclarecimento do crime. Denúncias sobre o fato podem ser realizadas pelo telefone 51 3698 1377 ou WhatsApp 51 98502-0425. As informações prestadas permanecerão em sigilo.

Este é o segundo homicídio contabilizado em Capela no ano de 2022. O primeiro foi um caso de duplo homicídio registrado em 14 de janeiro. O crime ocorreu no pátio de uma propriedade familiar, no bairro Divisa. O autor dos golpes, de 26 anos, foi preso em flagrante. A motivação da tragédia foi um desentendimento entre familiares. As vítimas fatais foram Lucas Bitello e Maria Lisiane Stroher Both.

Deixe seu comentário