Felipe Félix Santos Fonseca, natural de Minas Gerais, foi julgado na última sexta-feira, 23, na comarca de Montenegro. O homem é acusado por tentativa de assassinato a Sady Kunzler. O crime ocorreu em janeiro de 2011, no bairro Senai.

O acusado foi a júri popular e acabou sendo condenado a três anos de prisão em regime aberto – pena simples – por homicídio tentado. A defesa alegou que o réu agiu em legítima defesa e irá recorrer contra a pena.

Em 2011 a vítima e o acusado trabalhavam e moravam juntos. No dia 30 de janeiro, ambos saíram para beber e ao retornar para casa acabaram discutindo.
Em seu depoimento à Polícia, Felipe disse que agrediu Sady com golpes de faca após ter sido alvo de um soco. Já a vítima, alega que o acusado teria tentado matá-lo algum tempo após a discussão, quando já estava deitado.

Deixe seu comentário