CAMIONETE também foi envolvida inocentemente na tragédia do casal. Foto: Internet

Os moradores de São Leopoldo, Marinês Moura de Freitas, 39 anos, e Valdinei da Silva Santos, 40; nem souberam o que lhes atingiu. Na noite do último sábado, seu automóvel GM Monza foi colidido por um veículo que fazia racha na ERS-240, em Portão, o que ocasionou uma segunda e violentamente colisão, levando ambos a morte.

Segundo relato da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), por volta das 21 horas, o casal trafegava no sentido Portão/ São Leopoldo, onde residia. Na altura do quilômetro 6, trecho da Casa das Cucas, dois veículos de cor escura que apostavam “pega” alcançaram-nos. Um desses carros atingiu a traseira do Monza das vítimas, que ficou desgovernado e cruzou o canteiro central.

Ao invadir a pista contrária, foi atingido de frente por uma camionete Nissan Frontier, placas de Carlos Barbosa, que vinha em sentido oposto. Marinês morreu na hora. Valdinei precisou ser resgatado das ferragens e foi encaminhado – ainda com vida – para o Hospital Centenário de São Leopoldo. Porém, veio a falecer ao dar entrada devido a gravidade dos acidentes.

O irmão da vítima, que vinha em outro carro atrás deles, testemunhou o racha e as colsiões. Não há como precisar se a camionete vinha em velocidade elevada. Seus tripulantes sofreram ferimentos parciais e foram socorridos pela Samu de São Leopoldo e pelo resgate da EGR.

Deixe seu comentário