Polícia, BM, Carga Roubada, Roubo, RSC-287
Veículo com placas de Camaquã teve a carga levada pelos criminosos. Foto: BM/Divulgação

Mercadorias levadas durante a ação criminosa valiam cerca de R$ 115 mil

Depois de um período sem o registro de ataques a cargas no Vale do Caí, um novo caso, ontem, guarda semelhança com situações anteriores, em que criminosos agiram na região. Por volta das 7h da manhã, a Brigada Militar localizou um caminhão VW, modelo 13180, com placas de Camaquã, em uma estrada vicinal nas proximidades do km 21 da RSC-287, na localidade de Muda Boi.

A carga, avaliada em R$ 115 mil, de acordo com informação da BM, não foi encontrada. No interior do caminhão, pertencente a uma empresa de agenciamento de cargas e logística, havia peças de vestuário, motores e artigos variados embarcados em Porto Alegre com destino a Camaquã.

Polícia, BM, Carga Roubada, Roubo, RSC-287
O caminhão foi recuperado no Km 21 da RSC-287. Foto: BM/Divulgação

O veículo era monitorado por um sistema de rastreamento, o que colaborou para que a Brigada conseguisse realizar a recuperação. Conforme a corporação, o local em que o caminhão foi deixado é conhecido justamente pelos criminosos pelo abandono destes modelos. A localização foi feita pelo soldado Dannenberg e pelo sargento Bettega, ambos do POE, e pelo soldado Oliveira, do policiamento ostensivo do 5° BPM.

O ataque ocorreu por volta da meia-noite, no município de Barra do Ribeiro, na BR-116, quando o motorista de 29 anos, que pediu para não ter o nome divulgado, foi surpreendido por um veículo, que não soube precisar o modelo, com a presença de cinco homens armados. Enquanto o caminhão era levado por parte da quadrilha, o motorista era mantido em poder dos bandidos.

O condutor foi deixado horas depois em Esteio, nas proximidades da Empresa Brasileira de Petróleo. O caso passará a ser investigado pela Delegacia de Roubo e Furto de Cargas do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic). Ontem mesmo o motorista e o proprietário da empresa de Camaquã, dona do veículo, estiveram em Porto Alegre para prestar depoimento.

Diversos casos na região foram registrados ano passado
Em 2016, o Vale do Caí registrou pelo menos cinco casos de roubo de cargas em diferentes municípios. Os principais alvos dos bandidos foram caminhões transportando carnes.

Um dos ataques foi z um comboio de três caminhões de uma empresa frigorífica de Harmonia, quando foi abordado pelos criminosos no deslocamento entre São Sebastião do Caí e Pareci Novo.

Para tentar frear os roubos na região, assim como em outras partes do Estado, a Polícia Civil, através da DFRC, desenvolveu diferentes fases da Operação Versa, com a prisão de mais de uma dezena de criminosos ligados a uma das principais quadrilhas em atuação no Estado. Até mesmo o líder do bando foi capturado.

Armas, veículos, dinheiro e parte de cargas levadas em ataques foram localizados e recuperados pela Polícia Civil. Entretanto, parte dos criminosos pode ter voltado às ruas em função dos benefícios da legislação atual.

Criminosos foram presos em diversas cidades, mas há possibilidade de já estarem soltos novamente Foto: PC/Divulgação

Deixe seu comentário