Governador Leite cumprimenta coronel Rodrigo Mohr, que substituirá o coronel Ikeda no comando-geral da BM.  Foto: Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini

O coronel Rodrigo Mohr Picon será o novo comandante-geral da Brigada Militar (BM). O atual chefe do Comando de Policiamento da Capital (CPC) substituirá o coronel Mário Yukio Ikeda, que, após 34 anos e nove meses de serviço, irá para a reserva. O nome que passará a chefiar o CPC será definido nos próximos dias. Também será anunciada em breve a data da cerimônia de posse do novo comandante-geral.

Natural de Porto Alegre, o coronel Mohr ingressou na Brigada Militar em 19 de fevereiro de 1987. Aos 50 anos, já foi comandante do 9° Batalhão de Polícia Militar e do 19° BPM, e subcomandante do 1° BPM, todos na capital. Também atuou como diretor-adjunto no Departamento de Ensino e Treinamento da Secretaria da Segurança Pública e no Departamento de Ensino da Brigada Militar. Foi ainda chefe do Estado-Maior do CPC, onde atualmente exercia a função de comandante.

Mohr tem licenciatura em Letras pela UFRGS (2001) e pós-graduação em Gestão da Segurança na Sociedade Democrática pela Ulbra (2009). Detentor de 11 medalhas e 15 comendas, Mohr foi promovido a coronel em agosto deste ano.

O atual e o futuro comandante-geral foram recebidos na tarde dessa segunda-feira, 4, no Palácio Piratini, pelo governador Eduardo Leite e pelo vice-governador e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, para anunciar a passagem de comando.

Deixe seu comentário