Polícia, Brigada, Tráfico, Drogas, Feliz
DROGAS foram apreendidas com o acusado em abordagem de rotina Foto: BM/Divulgação

Flagrante. Jovem de 19 anos havia sido detido em janeiro pelo mesmo motivo


Agentes do 27° BPM da Brigada Militar capturaram um jovem no começo da madrugada de terça-feira no Centro da cidade de Feliz por tráfico de entorpecentes. Com Mateus Erick Muller, 19 anos, natural de Feliz, os PMs encontraram seis petecas, quatro tijolos e três cigarros de maconha, totalizando 37g. Ele estava em uma praça, localizada ao lado da igreja católica.
Junto com Mateus, foi apreendido um menor de idade, de 17 anos, que estava com um cigarro de maconha. O menor é natural de Caxias do Sul e não tinha antecedentes policiais, enquanto que o maior de idade havia sido preso em janeiro, também por tráfico de drogas.
O comandante do Batalhão da BM em Feliz, capitão Jederson Dill, lembra que a corporação tem dado atenção especial ao tráfico de drogas não só em Feliz, mas também em outras cidades pequenas de sua responsabilidade, como Alto Feliz, Vale Real, entre outras. “A nossa prioridade é para as abordagens como forma de impedir que o tráfico aumente por aqui. O Mateus é da cidade”, comenta o comandante.

Dill aponta que no município há os usuários e os distribuidores e a intenção da Brigada é tentar sufocar o tráfico para que os traficantes maiores não sejam atraídos por causa da demanda. O oficial afirma que as apreensões de drogas normalmente são em pequena quantidade, na casa de gramas, nem alcançando um quilo sequer, mas mesmo assim o trabalho não para.

“O nosso medo é que por trás do tráfico venham também os homicídios, o furto e o roubo de veículos”, ressalta. Para o capitão, os distribuidores buscam entorpecentes em cidades próximas, como Montenegro e São Sebastião do Caí, ou mesmo em Novo Hamburgo. As drogas mais utilizadas na cidade são maconha e crack.

Sobre o fato de o preso ter sido capturado em outra oportunidade, em janeiro, também com drogas, o capitão admite que isso gera uma sensação de desmotivação na tropa. Aliás, Dill revela que tem procurado passar motivação através de conversa com os PMs que trabalham nas ruas, já que independente da sensação de impunidade, os agentes continuarão fazendo as prisões.

Polícia, Brigada, Tráfico, Drogas, Feliz
Mateus é natural de Feliz Foto: BM/Divulgação

O objetivo é fazer com que os intermediários tenham o mercado estragado por conta da forte repressão por parte da BM. “A gente vai seguir fazendo abordagens até para que os traficantes ou saiam da cidade ou mudem de atividade. Estamos todos preocupados com a traficância, tenho conversado com a promotora e a prefeitura para não perder a motivação”, completa.

Mateus foi apresentado à Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento Vale do Caí (DPPA) e teve o flagrante lavrado pelo delegado de plantão. Ele foi encaminhado ao sistema prisional ainda nesta terça-feira. Ao menor foi feito um registro de posse de entorpecentes, tendo sido liberado sob a responsabilidade de um familiar.

 

Deixe seu comentário