5º Batalhão da Polícia Militar (5º BPM) apresentou seus novos soldados na Praça Rui Barbosa

MISTURA CULTURAL. Eles vieram de vários estados para realizar o sonho aqui no Rio Grande do Sul

Esta semana vários municípios gaúchos passaram a contar com novos policiais militares. Nessa quinta-feira, 22, os PMs que integram o 5º Batalhão da Polícia Militar (5º BPM) foram apresentados à sociedade de Montenegro em um evento realizado na Praça Rui Barbosa, no Centro. As cidades da região receberam 61 servidores, incluindo um destinado ao Grupo Rodoviário. Homens e mulheres que dedicaram os últimos meses a se preparar para este momento, e deixaram seus estados e famílias para viver o sonho de servir à sociedade, viveram uma nova emoção.

soldado Tatiane

Quem olha os soldados perfilados nem sempre dimensiona tudo que viveram para estar ali. A curiosidade sobre quantos irão ficar nas cidades, para aumentar a segurança, é comum entre os cidadãos. Mas poucos se questionam sobre quem são essas pessoas e do que tiveram de abrir mão para servir à sociedade.

O soldado Bruno de Jesus Lima, por exemplo, veio da Bahia para o Rio Grande do Sul. Além de enfrentar nove meses de intensa preparação, no Curso de Soldados, ele teve de se adaptar a uma série de questões, como as diferenças no clima e na culinária. Mas, sem dúvida, o maior desafio foi encarar a saudade da família.

Soldado Jesus

Todo o esforço de Jesus foi reconhecido, segundo ele, por Deus. Agora a situação chega em um momento de certa tranquilidade. O soldado é um dos 16 PMs destinados a atuar em Triunfo. Para se sentir ainda mais “em casa”, Jesus trouxe a mãe e a irmã para morar com ele. E os planos para o futuro estão só começando. “Vou me empenhar o máximo possível no meu trabalho para progredir na Brigada Militar. Pretendo fazer concurso interno”, conta.
Outro rosto em meio às dezenas de novos policiais, apresentados na praça pública da cidade, é o da jovem soldado Tatiane Scheeren. Natural do município de Dois Irmãos, a bióloga que trocou de carreira para seguir os passos do pai na Brigada Militar chegou a morar um período na Alemanha. Mas, agora, é em Montenegro que irá fixar raízes, pelo menos por enquanto. “É algo que vem de família. Meu pai é da reserva da Brigada, eu acabei me inscrevendo no concurso e agora estou aqui”, conta.

Soldados Hugo e Ana vieram de Goiás para a BM

Diferente dos soldados Jesus e Tatiana, o casal Ana Paula Cardoso e Hugo Vinícios Evangelista, de Goiás, encontraram um no outro o apoio para diminuir a saudades do restante da família. Ambos estão juntos há sete anos. Em seu Estado de origem, trabalhavam como agentes penitenciários temporários.

A paixão pela carreira militar fez com que durante quatro anos ambos estudassem e se deslocassem até o Rio Grande para prestar concurso. A primeira missão da dupla foi cumprida com êxito. “A gente viu a oportunidade aqui e resolveu tentar. Vínhamos e voltávamos, organizávamos os plantões no presídio e, graças a Deus, nos dois conseguimos. Ficamos na mesma turma em Osório e agora conseguimos vir pra cá. Vamos trabalhar em Barão”, conclui Ana.

Deixe seu comentário