Leona voltou ao seu lar nessa quarta-feira, um mês após ser furtada

Felicidade. Donos estão aliviados com o retorno, mas Polícia Civil segue investigando o caso

Depois de 30 dias de preocupação, buscas incansáveis e noites mal dormidas, Natasha Lenz de Mattos e Felipe Mattos respiraram aliviados nessa quarta-feira ao encontrar a gata Leona, que havia sido furtada por uma mulher na madrugada do dia 22 de fevereiro, no loteamento Mão de Pilão, no bairro Santa Rita, em Montenegro. Os donos encontraram o felino na estrada que liga Montenegro à localidade de Costa da Serra após um senhor entrar em contato com a família.

Quando Leona foi levada, Natasha e Felipe estavam em viagem. Passaram 10 dias fora de casa e, enquanto isso, uma vizinha e uma familiar davam comida e água para os bichinhos. No dia seguinte ao furto, eles foram informados do ocorrido. Ao retornarem, olharam as câmeras de monitoramento e puderam ver uma mulher – que reside nas proximidades – caminhando em direção à residência de Natasha e Felipe, chamando a gata para fora do pátio, enrolando Leona em um pano e a colocando dentro de um carro, que logo deu partida. Isso ocorreu pouco antes da 1h da manhã.

Os donos levaram as imagens para a Delegacia, onde foi feito o registro. De lá para cá, a família manteve as esperanças de encontrar Leona e espalhou cartazes pela cidade. “Estávamos sempre com pensamento positivo. Nesta semana mesmo compartilhei a publicação do cartaz nas redes sociais. Também pensávamos o pior, mas sem perder a esperança de encontrá-la”, declara Natasha.

A preocupação da família durante um mês não ofuscou a esperança em nenhum momento. A dona relata que, nos primeiros dias após a gata ter sido furtada, ela e o marido não conseguiram dormir. Quando precisava sair de casa, não conseguia olhar para a rua sem procurar o bichinho. A persistência e a espera foram recompensadas nessa quarta, no final da manhã, quando a família recebeu uma ligação.

Do outro lado da linha, um senhor desconhecido, que entrou em contato com os donos do felino para informar que havia visto um gato com as mesmas características de Leona na estrada de Costa da Serra. Imediatamente, Felipe saiu do trabalho para ir ao local encontrar a gata, mas ela não estava mais lá. Porém, no início da tarde, sem que a esposa soubesse, Felipe voltou à estrada onde o senhor informou que estaria Leona para realizar novas buscas e, enfim, encontrou o bichinho.

Por volta das 13h30min de quarta-feira, ele chegou em casa e surpreendeu Natasha com Leona nos braços, para emoção do casal e dos filhos, que aguardavam ansiosamente pela volta da gata. “Ela está bem magra, mas sem ferimentos e chegou aqui com muita fome. Repetiu o prato de ração três vezes, tomou bastante água. Depois, dei um banho nela. É um presente para nós (o retorno de Leona), não dá para acreditar”, enfatizou Natasha.

Na manhã dessa quinta-feira, 25, os donos levaram a gata ao veterinário, para uma avaliação mais detalhada. Prestes a completar um ano de vida, Leona está de volta ao seu lar, para alívio e felicidade da família. “Ela é muito apegada em nós. Domesticada. Temi muito pelo que seria dela fora de casa, pegando chuva, calor, passando fome”, comenta Natasha.

Família ficou bastante emocionada com o retorno da gata para casa


Família agora aguarda o resultado da investigação

Mesmo que Leona tenha sido encontrada, os donos do bichinho ainda não estão satisfeitos. Agora, eles esperam que a mulher que furtou a gata no dia 22 de fevereiro seja punida pela Justiça. “Nós vamos até as últimas instâncias. Pessoas assim vão ter que pensar muito antes de fazer qualquer mal para os bichos”, exclama Natasha.

A Polícia Civil (PC) informou à reportagem que a investigação do caso está em fase final. Como ainda há diligência pendente, a PC está analisando o inquérito. Aguardando o desfecho, a dona de Leona fez uma promessa caso a decisão seja favorável à família. “Fiz uma promessa para São Francisco de Assis. Se ganharmos o processo contra essa mulher, o dinheiro será destinado à causa animal”, ressalta.

Deixe seu comentário