Mesmo com várias lixeiras no local, o lixo é largado no chão. Foto: Janaína Pereira

As altas temperaturas registradas nesse domingo, 22, levaram muitas pessoas ao Porto das Laranjeiras, em Montenegro. O problema é que na hora de ir embora, elas não descartaram o lixo produzido. O comportamento inadequado e repetitivo de dezenas de cidadãos vem chamando a atenção de Janaína Pereira, que desta vez expôs sua indignação.

A jovem registrou a cena depois da saída dos visitantes. “Fomos dar uma volta perto da 1h da manhã com nossa cachorrinha e a beira do rio estava cheia de lixo. Só fotografei o lado da Câmara. Do outro lado, as lixeiras estavam vazias e o chão cheio de materiais”, relata Janaína.

A falta de modos não acaba aí. Tem gente que usa as paredes do prédio da Câmara de Vereadores para fazer suas necessidades fisiológicas. “Não adianta nada discutir se esse ou aquele político é melhor enquanto nós como verdadeiros donos da coisa pública a tratamos desta forma”, enfatiza a cidadã.

Som alto e muita gritaria coroam o comportamento de muitos dos frequentadores, afirma Maria da Silva. “Eles estavam aglomerados e não davam a mínima para presença da Guarda Municipal”, conta a mulher que usa o local para se exercitar nos finais de tarde.

O chefe da Guarda Municipal, Airton Silva dos Santos, afirma que são realizadas ações de orientação aos grupos que frequentam a beira do rio, mas, poucos demonstram respeito. O público jovem é o que mais tem dificuldade em seguir regras de comportamento social.“Nesses casos, não há orientação que chegue a tempo. Aí deixamos de orientar e, sempre com apoio da Brigada Militar, dispersamos como aconteceu ontem a noite”, relata Airton.

A Administração Municipal pede a conscientização das pessoas para que usem as lixeiras disponíveis no local e considera a sujeira registrada aos finais de semana uma demonstração de falta de educação com os espaços que pertencem a todos.

A Câmara de Vereadores informa que está em andamento prjeto de reforma para banheiros, no prédio ao lado da Usina Maurício Cardoso. Esses serão disponibilizadoa à população.Só não se sabe quando.

Deixe seu comentário