Quase 60 homens trabalham no recolhimento de resíduos

Apenados dos regimes aberto e semiaberto do Instituto Penal de Montenegro (IPM) reforçam o trabalho nos mutirões de recolhimento de lixo na cidade. A Administração Municipal possui convênio com a Susepe para o aproveitamento da mão de obra desses apenados. Em média, são 59 pessoas que atuam principalmente em atividades de serviços urbanos por até 44 horas semanais. A remuneração equivale a 75% do salário mínimo, mais a redução da pena.

Desde terça-feira, dia 4, em razão dos problemas na coleta do lixo, com autorização da Vara de Execuções Criminais de Novo Hamburgo, os trabalhadores foram deslocados para a força-tarefa que está retirando resíduos das ruas. Eles continuam recebendo o mesmo valor, mas podem fazer horas extras em caso de necessidade, ou, se quiserem, podem atuar de forma voluntária. (CA)

Deixe seu comentário