ecretário Geral do Legislativo veio dirigir o carro e levar o advogado

A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) de Montenegro flagrou, na tarde de ontem, o advogado Afonso Praça Baptista, 31 anos, dirigindo com a CNH cassada. Ele é morador do Vale do Sinos e chegava para cumprir função na Câmara de Vereadores, onde acompanha o processo de impeachment contra o prefeito Luiz Américo Aldana, na condição de assistente de acusação.

Afonso foi abordado pela Guarda Municipal na ERS-240 (antiga Ambev) e os agentes constaram que ele estava sem documento. O policial militar no local assumiu e descobriu que a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do advogado foi cassada por excesso de infrações (pontos).
Ele foi multado pela infração tipo gravíssima “dirigir com a CNH cassada” e foi liberado quando o Secretário Geral da Câmara chegou para conduzir o carro. A barreira era uma ação conjunta da Guarda e Secretaria Municipal de Meio Ambiente, com apoio da BM, devido a uma denúncia de crime ambiental.

Uma mensagem anônima dava conta que um tráfico de pássaros silvestres chegaria. Todavia, a informação era muito vaga, citando apenas um veículo preto. Assim, a blitz de 3 horas se restringiu a veículos com essa característica, mas não logrou êxito em confirmar o crime ambiental.

Deixe seu comentário