MEC anuncia o desbloqueio 10 dias após o anúncio de que não seriam renovadas . Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

O Ministro da Educação, Abraham Weintraub, em entrevista coletiva nesta quarta-feira (11), anunciou o desbloqueio de bolsas de pós-graduação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). De acordo com o ministro, 3.182 bolsas serão desbloqueadas, beneficiando os programas de notas mais altas da instituição. “São dos programas das melhores notas porque esses dão maior retorno para a sociedade”, disse o ministro em entrevista à imprensa.

As bolsas fazem parte das 5,6 mil que não seriam renovadas, como anunciado pela Capes no último dia 2. Segundo o MEC, esse desbloqueio representa um custo de R$ 22,4 milhões neste ano e cerca de R$ 600 milhões em 2020.

Anderson Correia, presidente da Capes, afirmou que as bolsas serão liberadas nos próximos meses. “Cada universidade que vai decidir essa implementação. Mas ainda estamos em negociações para que novos editais sejam liberados”, explicou Correia. Desde o início do ano, a Capes cortou 11.811 bolsas de estudo. Com a liberação das 3,1 mil bolsas, seguem bloqueadas cerca de 8,6 mil bolsas.

Deixe seu comentário