36 alunos, de 4º e 5º Ano, com idades entre nove e 13 anos, participaram do projeto literário

Estante Mágica. Com doações, obras passarão do virtual para o impresso

A cada dia na Cidade de Artes um novo talento é revelado. E no caso da Escola Municipal de Ensino Fundamental Ana Beatriz Lemos, no bairro Estação, são 31 escritores que, simultaneamente, estão lançando seu primeiro livro. As obras foram publicadas no formato e-book através da plataforma educacional Estante Mágica, e agora os autores pedem patrocínio para ter uma solene noite de autógrafos.

O ingresso no projeto foi ideia das professoras Elisângela Oliveira e Jaqueline Cristina Rosa, que orientaram os alunos nesta jornada do conhecimento. O Estante Mágica é espaço para soltar a imaginação, estimulando que as crianças usem suas experiências como inspiração. Elas criam texto, título, capa e ilustrações. Os pais podem acessar a plataforma e redigir a biografia do autor. A ideia é semear amor pela literatura, enquanto fortalece a autoestima destes brasileiros.

O formato virtual foi alcançado com sucesso, e os autores montenegrinos já estão na plataforma com obras de seis páginas escritas e seis ilustrações. Uma valorização que tem seu ápice na sessão de autógrafos na escola, um momento especial e de glamour onde filhos assinam os livros dos pais e professores.

Todavia, nesta etapa do projeto é preciso que as famílias paguem a taxa de impressão do formato físico da obra, que tem custo unitário de R$ 39,00. Um valor justo em se tratando de cultura, sobretudo sendo a primeira obra dos filhos. A professora Jaqueline salienta a condição humilde da comunidade. A escola já iniciou campanha de arrecadação e apadrinhamento, com vídeo em redes sociais.

Mas o prazo está se esgotando! Os livros precisam ser adquiridos até 1º de novembro, para que sejam entregues antes da inauguração da Biblioteca Professora Cristina Rolim Wolffenbüttel, em 10 de dezembro. A noite de autógrafos será o evento principal da cerimônia de “Vai ser muito importante para eles. Inesquecível!”, ressalta Jaqueline.

Uma biblioteca que nascerá de muitas mãos para unir corações
A literatura está se fortalecendo muito da Escola Ana Beatriz Lemos. A semente da primeira biblioteca da instituição foi plantada pela pós-doutora em música e professora da Uergs Montenegro, Cristina Rolim Wolffenbüttel, que doou seu acervo particular com mais de 11 caixas cheias de livro. Esse carinho lhe garantiu a honra de ser a patronesse do espaço; além de incentivar outros amigos da escola.

O cartunista Daniel “Verça” doou sua coleção de HQ’s da Marvel; e as empresas Dobra e John Deere também doaram. Segundo a vice-diretora Taís Lopes, até agora o acervo soma 3.602 livros. “Nossa intenção é que essa biblioteca sirva também para toda a comunidade”, salienta. Um dos motivos é que em 2021 a escola iniciou a alfabetização de adultos, dentre os quais estão alguns pais de alunos. A visão pedagógica é unir pais e filhos no estudo, com um apoiando o outro.

Biblioteca Professora Cristina Rolim Wolffenbüttel será aglutinadora, ‘empoderadora’ e fundamental

Estante Mágica dá voz ao escritor
A plataforma educacional Estante Virtual é2 classificada como “empresa de impacto social”. Foi criada no Rio de Janeiro em 2012, e até o ano passado já havia despertado o autor em mais de 500.000 crianças – do Brasil e países da América Latina. O projeto se alicerça na magia de contar uma história, seja inventada ou real. E o jovem autor é estimulado a escrever a sua própria história, sua realidade e experiências, seus sonhos. São suas competências sócio-emocionais virando livro, como acontece com ‘best-sellers’. Os educadores se cadastraram na plataforma, onde podem seguir projetos pedagógicos sugeridos ou colocar seus próprios em andamento, com tema livre.

Apadrinhe um escritor
Doações através de PIX – CNPJ 28075476000100
Informações pelo telefone 3632-8571

Deixe seu comentário