Dicas valiosas devem te garantir uma boa nota no Enem deste ano. Foto: istock

Confira algumas dicas e palpites de professoras sobre o exame deste ano

Planejamento, foco e determinação são coisas que não podem faltar na rotina de quem está se preparando para prestar o Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem. Neste ano, com tantas mudanças na data, está definido: as provas estão marcadas para serem aplicadas nos dias 21 e 28 de novembro. Vale lembrar que agora o Enem possui agora duas versões, impressa e digital. Em 2020, a versão digital aconteceu em uma data distinta. Porém, em 2021 as duas versões serão aplicadas no mesmo dia. Mas, em meio a tantos problemas, preocupações e adiamentos, você sabe como se preparar para o exame?

Pensando nisso, a professora Aline Pereira, das turmas de Ensino Médio da área das Ciências Humanas do Colégio Estadual Ivo Bühler (CIEP) e a professora Letícia Mossmann, das turmas de Ensino Médio e Técnico da EEEM São José do Maratá, de São José do Sul, destacam algumas dicas e palpites para quem deseja garantir uma boa nota neste ano atípico.

A professora Aline Pereira, das turmas de ensino médio da área das Ciências Humanas do Colégio Estadual Ivo Buhler (CIEP) já foi chefe de sala do Enem. Foto: reprodução internet

Aline explica que o primeiro passo para uma boa nota é estar ligado em atualidades, pois elas podem estar presentes não apenas na redação, mas nas demais questões. “Então, além dos livros e apostilas, tire um tempinho para acompanhar o noticiário nacional e internacional. Assim, você tem uma bagagem de conhecimento maior”, destaca.

Apesar de serem conteúdos já aprendidos ao longo dos anos, é hora de revisar. Então, a professora Letícia aconselha: reserve um tempo para estudar a partir de agora. “É mais recomendado que se estude desde já 30 minutos por dia, do que deixar para o final e estudar quatro horas diárias. O cérebro precisa de um tempo para conseguir assimilar as informações”, pontua.

Outro ponto fundamental é o estudo pelas provas de edições anteriores do Enem. Muitas podem ser encontradas na internet. Através delas, o aluno já saberá o tempo que necessita para resolvê-las e até mesmo quais assuntos têm maior dificuldade. Letícia relembra também que nos dias do exame, não é permitido o uso de calculadoras nem celulares, por isso, é importante que o estudo em casa já estude sem a ajuda destes objetos.

E atenção! O foco é muito importante neste processo de estudo. Letícia afirma que durante os minutos que o aluno tira para estudar, deve, efetivamente aproveitar o tempo. “Desligue as notificações do celular, vá para um lugar tranquilo e se concentre.”

Letícia Mossmann é professora das turmas de Ensino Médio e Técnico da EEEM São José do Maratá. Foto: arquivo pessoal

Letícia reconhece que alguns assuntos do exame são de “decoreba”, para estes, a dica é simples: aposte em mapas conceituais ou até fluxogramas e os deixe em lugares que você possa ver constantemente. São exemplos fórmulas da química, física e matemática. Mas, por outro lado, a redação não tem segredo. “Para saber fazer bons textos, é necessário que o estudante treine. Então, é preciso fazer e refazer várias redações para conseguir chegar no dia e estar craque nisso”, finaliza.

Dicas principais
– Tenha atenção com atualidades;
– Fique de olho nos temas;
– Tenha hábitos saudáveis;
– Faça simulados;
– Busque provas de edições anteriores para o estudo;
– Durma bem antes do dia da prova;
– Capriche na redação com estruturação do texto e organização;
– Faça pausas durante o exame;
– Mantenha a calma;
– Na prova, sublinhe dados importantes e ganhe tempo;

Palpites para o tema da redação
A professora Aline, que já foi chefe de sala no Enem, tem alguns palpites quanto o tema da redação deste ano. São eles: Feminicídio; Desafio da Educação no Brasil; Educação pós-pandemia; Aulas híbridas/remotas; Consequências da pandemia; ou até mesmo algo relacionado ao ensino à distância.

Deixe seu comentário