Ao total, trezes professores e três auxiliares escolares integrarão o quadro da Smec

A Câmara de Vereadores de Montenegro aprovou nessa quinta-feira, 15, o projeto de lei do Executivo para a contratação de treze professores e três auxiliares escolares. O prazo das contratações é de até seis meses a partir de agora.

Serão chamados dez professores para os primeiros anos do ensino fundamental, um de artes, um de língua portuguesa, um de matemática e três auxiliares de serviços escolares. As escolas beneficiadas são: EMEF Dr. Walter Belian, Adolfo Schuler, Ana Beatriz Lemos e EMEI Gente Miúda.
A falta de profissionais está prejudicando os alunos desde o início do ano. A Secretaria Municipal de Educação e Cultura (Smec) precisou abrir um Contrato Emergencial para profissionais da educação, devido ao Banco do Concurso ter expirado, e o Executivo ainda não ter realizado novo concurso público.

Ainda no final de março, foram chamados 17 professores e sete auxiliares de serviços escolares, através da contratação emergencial. Segundo o prefeito Carlos Eduardo Müller, todas essas contratações vieram para dar conta de aposentadorias e exonerações que ocorreram desde o ano de 2018 e início de 2019.

Deixe seu comentário