O lançamento do projeto ocorreu na sala de reuniões do Instituto de Educação São José. Objetivo é valorizar a criatividade da população

As inscrições começam em 17 de junho e seguem até 23 de agosto. 60 obras serão selecionadas

Em clima de muita emoção, na manhã desta quarta-feira, 15, foi lançada a 12ª edição do Projeto Poesia em Movimento, no Instituto de Educação São José. A iniciativa é resultado de uma parceria entre a Biblioteca Pública Hélio Alves de Oliveira e a Viação Montenegro S/A (Vimsa), que buscam estimular a produção cultural dentro do município.

Com a sala de reuniões da escola lotada de educadores, representantes da Administração Municipal e artistas montenegrinos, a diretora da Biblioteca, Ana Valdeti Martins, destacou que o principal objetivo do projeto é disseminar a leitura, a escrita e a cultura em geral. “Com essa iniciativa, conseguimos trabalhar com toda a comunidade montenegrina, como acontece dentro das escolas municipais, estaduais e particulares, por exemplo”, disse Ana.

Para estimular a participação da população, o Poesia em Movimento é dividido em quatro categorias: Ensino Fundamental, Ensino Médio, Comunidade e Escritor Montenegrino. A secretária de Educação, Rita Carneiro Fleck, salienta a importância ddo fomento da cultura dentro das escolas. “Nós trabalhamos com o conceito de território educativo e esse projeto vem materializar esse conceito”, explica a secretária. “Esse olhar para a realidade próxima, o cuidado com a natureza e encantamento com a vida é o que o projeto pretende trazer e é isso que queremos despertar nos nossos alunos.”

Prefeito participou do lançamento nesta quarta-feira

Na ocasião, o prefeito Carlos Eduardo Müller, o Kadu, comentou as diferentes formas com que o projeto colabora para o município. “Todas as cidades têm melhorias a serem feitas, mas isso acaba deixando as pessoas presas aos aspectos negativos e elas não conseguem enxergar as coisas boas do lugar onde moram, e Montenegro possui muitos pontos positivos”, disse Kadu. “Hoje mesmo estamos em um evento da Educação que aborda e estimula o sentimento de pertencimento dos estudantes, de modo que eles se sintam parte da escola, o que automaticamente se espalha pela cidade”, completou.

Conforme a diretora da Biblioteca, 60 poesias serão escolhidas e premiadas no dia 25 de novembro, data de aniversário da instituição. “Além das medalhas aos autores selecionados, também vamos entregar um troféu às duas escolas que tiverem o maior número de participações. Um será para a instituição rural com maior destaque, e outro para uma instituição urbana”, afirma.

As poesias selecionadas circularão nos ônibus urbanos de Montenegro, em parceria com a VIMSA e a Agência Tasca de Propaganda. “Acredito que nós, como empresa, precisamos estar inseridos dentro desse contexto e de toda a sociedade em termos de contribuir”, observa Aline Riffel, assessora administrativa da VIMSA. “Esse é um projeto que fomenta e fortalece a cultura e a educação e, para nós, essa parceria, que já dura 12 anos, é muito importante”, acrescenta Aline.

As inscrições para o concurso poderão ser feitas a partir do dia 17 de junho e seguem até o dia 23 de agosto, na sede da Biblioteca Pública Municipal, dentro do Parque Centenário. Os interessados poderão inscrever obras inéditas, de tema livre, em Língua Portuguesa, com no máximo 10 linhas.

Os autores concorrem com até três textos em quatro categorias: estudante do 4º ao 9º ano; estudante do Ensino Médio; comunidade em geral e escritor montenegrino. As fichas de inscrição e os trabalhos deverão ser entregues em envelopes diferentes, para garantir a lisura e a imparcialidade na hora de julgar as melhores escritas. Para descobrir os autores reais, um pseudônimo é criado e colocado juntamente com a poesia e também no envelope em que consta o cadastro.

Deixe seu comentário