Fies, Banco do Brasil, Caixa, suspensão, valores, estudos, estudante, financiamento

A partir dessa semana, estudantes que financiaram seus estudos pelo Financiamento Estudantil (Fies) por meio do Banco do Brasil (BB) ou da Caixa Econômica Federal podem requerer a suspensão do pagamento de até quatro parcelas. A opção foi criada visando os efeitos econômicos da pandemia e vale para clientes que estavam com os pagamentos em dia em 20 de março, a data em que foi decretado o estado de calamidade pública no país.

Atenção às regras! Em contratos em fase de utilização ou carência, formalizados até o fim de 2017, a suspensão alcança só duas parcelas que serão incorporadas ao saldo devedor do contrato. Em contratos em fase de amortização, a suspensão é de até quatro parcelas, que também são incorporadas ao saldo devedor, acrescentando ao vencimento final do contrato. Há previsão de incidência de juros.

Interessados podem aderir a medida até o fim de 2020. É preciso comunicar as instituições financeiras. Na Caixa, no site voltado para o Fies com o login do estudante. E no BB, através do aplicativo, também com os dados do contratante.
Não é necessária a presença do fiador no banco, ocorrendo o processo de forma simples, com a ciência expressa do estudante às condições de pausa e seus reflexos. Quem não tiver acesso aos portais digitais deve procurar uma agência.

Tire suas dúvidas

– Para tirar dúvidas, os clientes podem acessar as soluções digitais do BB, como o aplicativo BB (smartphone), o portal, além do WhatsApp (61) 4004-0001, da Central de Atendimento BB (0800-729-0001) e das redes sociais (Facebook, Instagram, Twitter e Linkedin).
– No caso da Caixa, os estudantes podem acessar a página www.caixa.gov.br/fies ou ligar para a central 3004-1104, para capitais, e demais regiões pelo 0800 726 0104.

Compartilhar

Deixe seu comentário