Prédio ainda demanda reformas, mas já é tratado internamente como o local do projeto

Projeto que já está no papel dentro da secretaria municipal de Indústria e Comércio (Smic) de Montenegro há certo tempo, a Incubadora Empresarial está recebendo atenção especial da nova diretora, Cristiane Gehrke, que assumiu em fevereiro. “A gente não estava conseguindo, na prática, trabalhar essa incubadora. Nesse ano, estamos num trabalho forte para que ela saia do papel e aconteça, na prática”, promete.

Já há até um prédio do Município destacado para a iniciativa. Ele está desocupado e, internamente, já é tratado como a Incubadora. Fica na rua La Salle, próximo ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS).

O foco da iniciativa será trabalhar novos talentos para as indústrias e para o comércio montenegrino. “Estava faltando um projeto consistente de utilização desse espaço. Nós estamos trabalhando nisso”, conta Cristiane. “Na linha de ver que oficinas vão ser oferecidas, quais vão ser as palestras, quem vai ser esse público-alvo. Assim que tiver um ‘esqueleto’ montado, nós vamos dar sequência na linha de parceria público/privada.”

Buscando formar empreendedores, a ideia é trazer atividades que envolvam reciclagem, responsabilidade social, dentre outros temas. “É, literalmente, uma formação de empresários”, resume a diretora, já considerando as parcerias com o setor privado que podem dar corpo ao projeto. “As parcerias vão nos ajudar a colocar em prática. Precisamos de pessoas preparadas e de empresas preparadas para a gente desenvolver a cidade como um todo.”

Deixe seu comentário