Sócios-fundadores, Fredi e Rogério Cauduro comemoram os bons resultados de 2018, que estimularam a busca pelo mercado externo. FOTO: POKER/DIVULGAÇÃO

Empresa instalada em Montenegro é a favorita dos goleiros profissionais que jogam nas sérias A e B do Brasileirão

Com sede em Montenegro, a Poker se destacou no ramo de artigos esportivos, com foco nas luvas de goleiros. Ela é a marca mais utilizada pelos jogadores profissionais e, segundo os diretores, responsável por equipar 60% dos atletas que defendem os gols no Campeonato Brasileiro pelas séries A e B. Fechando 2018 em alta, o foco da empresa, agora, é a internacionalização da marca.

Segundo os sócios-fundadores Fredi e Rogério Cauduro, a ideia vem sendo pensada desde 2017, quando foi feito um primeiro diagnóstico para um plano de ação internacional, que contou com assessoramento do Centro Internacional de Negócios do Rio Grande do Sul – entidade integrante da Fiergs. Foram selecionados 22 países onde se analisou o mercado, as especificidades do futebol local e as possíveis formas de inserção, dentre outros fatores.

O resultado embasa o processo que iniciará, de fato, a partir do ano que vem, com a inserção da marca em outros dez países. Atletas do Uruguai, Argentina, Chile, Paraguai, Colômbia, República Dominicana, Estados Unidos, Portugal, Finlândia e Catar devem passar a utilizar artigos da Poker.
A expansão é reflexo direto dos bons números apresentados no mercado local. Com mais de 30 anos de existência, a empresa está fechando 2018 atingindo a marca de 1,5 milhão de unidades de artigos esportivos vendidos no Brasil. No faturamento geral, a Poker fecha o ano com crescimento de 17% em relação ao ano passado e espera crescer ainda mais por aqui. Para 2019, a marca focará em nove linhas estratégicas: Natação, Bolsas, Luvas, Futebol, Bolas, Bike, Ginástica, Funcional e Acessórios.

E-commerce fechou o ano com bons resultados
A direção da Poker também destaca o seu site próprio de vendas como um diferencial para os bons resultados de 2018. O e-commerce foi lançado no final de 2017, com a proposta de aproximar os consumidores de todo o Brasil, ofertando os itens da marca. Fechando um ano, os índices são bastante positivos.

Mais de três mil itens foram vendidos para cerca de dois mil consumidores, com o site ainda sendo conhecido pelo público. São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná e Rio Grande do Sul foram os estados de onde mais apareceram compradores, com um perfil variado, de atletas amadores e também profissionais, ainda com destaque na procura das luvas – o carro-chefe da companhia.

Deixe seu comentário