Maraschin, à direita, foi acompanhado do diretor de Promoção Comercial e Internacional da secretaria, Leonardo Neves, e do diretor Jurídico, Vinícius Witer. FOTO: DIVULGAÇÃO/REDES SOCIAIS

Em missão de cinco dias na Europa, semana passada, a equipe da secretaria estadual de Desenvolvimento Econômico liderada pelo secretário adjunto da pasta, Joel Maraschin, apresentou o ambiente de negócios do Rio Grande do Sul a potenciais investidores. O grupo tratou, especialmente, do Polo da Química de Montenegro, hoje um dos principais focos da secretaria. O projeto é estadual e foi concebido para aproveitar as diferentes facilidades logísticas – especialmente a proximidade com o Polo Petroquímico – para atrair indústrias químicas ao distrito industrial montenegrino.

A comitiva gaúcha iniciou a viagem na última terça-feira com destino à Paris. “Nós promovemos encontros com empresários e na embaixada brasileira para falarmos sobre os programas de desenvolvimento da secretaria e, em especial, do Polo da Química”, conta Maraschin. Na sexta-feira, cerca de 50 empresários ligados à Câmara de Comércio Brasil-França se reuniram para conhecer os resultados econômicos do Estado, o programa de privatizações do Governo Leite e a planta do distrito industrial, em Montenegro. “Buscamos atrair empresas pra fazer o polo evoluir e gerar emprego e renda pra região do Vale do Caí e a Região Metropolitana de Porto Alegre”, resume o secretário adjunto.

Também em Paris, o grupo participou da Feira In-cosmetics Global. “É uma feira especificamente de ingredientes e produtos químicos para as linhas de cosméticos pelo mundo. Nós rodamos a feira conversando com várias empresas”, destaca Maraschin. Ele adianta que a experiência rendeu frutos; e que conseguiu agendas de reuniões online com CEO’s interessados em negociações. No final de semana, o grupo partiu para a Itália, participando da 54ª Feira Vinitaly , em Verona, um dos maiores eventos do setor vinícola do mundo – outro setor relevante para o Estado. (DM)

Deixe seu comentário