Foto: divulgação

No início de janeiro, em uma das piores semanas da história americana recente, Elon Musk alcançou um patamar financeiro para poucos. O seu patrimônio decolou nada mais nada menos do que US$ 34,1 bilhões. Sendo assim, ele conseguiu o posto de pessoa mais rica do mundo pela primeira vez. No dia 8 de janeiro, após o fechamento do mercado, seu patrimônio estava avaliado em US$ 189,7 bilhões, ultrapassando o CEO e fundador da Amazon, Jeff Bezos em US$ 4 bilhões, que era o antigo detentor do título de pessoa mais afortunada há mais de um ano.

O que justifica esse salto na fortuna de Elon Musk? Nós te dizemos. As ações da Tesla experimentaram uma alta de 25% na primeira semana de janeiro, enquanto outras empresas tiveram um aumento médio de 1,8% e 1,6% no S&P 500 e do Dow Jones Industrial Average, respectivamente. Ademais, o aumento nas ações da Tesla se deve à expectativa de que os democratas terão o controle do Senado norte-americano. Sendo assim. Joe Biden, atual presidente dos EUA, teria um Congresso ao seu lado para aprovar sua agenda focada em mudanças climáticas, e por isso os investidores começaram a fazer aportes na tecnologia verde, acrescendo assim US$ 96 bilhões à fortuna de Musk após as eleições americanas realizadas em novembro do ano passado.

Além da Tesla, outra empresa vem rendendo ótimos frutos para Musk, a The Boring Company, que é responsável por escavar túneis que contam com um sistema de transporte rápido de veículos. Os primeiros projetos da companhia vêm sendo desenvolvidos em Las Vegas, e após a conclusão da primeira fase, alguns dos Resorts Cassinos mais famosos da cidade estão interessados no projeto da The Boring Company. Tanto o Wynn Las Vegas quanto o Resorts World Las Vegas, querem uma estação do sistema de transporte subterrâneo criado pela empresa de Musk. E apesar deste ser mais um atrativo para os amantes da jogatina visitarem o local, não é mais preciso ir até Las Vegas para desfrutar de um ótimo entretenimento, já que com os bônus de registo em cassinos online dá para ter horas de diversão nos melhores jogos de mesa sem gastar muito, e o melhor, sem precisar sair do conforto de casa.

Aumento estrondoso

No total, a fortuna de Musk aumentou em 8 vezes nos últimos dez meses, mas ele não é o único bilionário que teve um sucesso assustador em 2020. Até pouco tempo atrás, Zhong Shanshan era bem pouco conhecido fora da China, com um patrimônio avaliado em 2 US$ bilhões, sendo considerado a 1.063º pessoa mais rica do mundo pela Forbes. Porém, em setembro, sua empresa de água engarrafada, a Nongfu Spring, estreou na Bolsa de Valores de Hong Kong e conseguiu ótimos aportes. Desde então, as ações do Nongfu Spring triplicaram, e após o encerramento de 2020, ele se tornou mais rico que Jack Ma, o fundador do Alibaba, se tornando a pessoa mais afortunada da China e da Ásia também, já que ele ultrapassou Mukesh Ambani, indiano que ocupava o posto anteriormente.

E as previsões apontam que Zhong deve manter o ritmo em 2021. Neste mês de janeiro, as ações da Nongfu Spring já experimentaram um aumento de 21% – a sua outra empresa, a Beijing Wantai Biological Pharmacy, também teve um crescimento, só que de 26%. Dessa forma, Zhong se tornou a sexta pessoa mais rica do planeta, com um patrimônio líquido de US$ 95,6 bilhões, ficando na cola de Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, e à frente do lendário Warren Buffett, CEO da Berkshire Hathaway.

Recentemente, a riqueza de Zuckerberg reduziu em US$ 2,4 bilhões, pelo mesmo motivo que as ações da Tesla subiram: maioria democrata no Congresso norte-americano. Esses políticos acreditam que a melhor medida atualmente é implementar um maior controle sobre as empresas de tecnologia. Sendo assim, as ações do Facebook tiveram uma queda de 2%, a da Alphabet, empresa dona do Google, caiu 3%, já a Amazon experimentou uma redução de 2,3%, o que colaborou na perda do posto de Bezos como o maior bilionário da atualidade logo no início do ano.

Deixe seu comentário